Governo do Estado paga 7,69% de reajuste aos profissionais da Educação | Gazeta Digital

Sexta, 19 de maio de 2017, 18h33

A partir de maio

Governo do Estado paga 7,69% de reajuste aos profissionais da Educação

Yuri Ramires, redação Seduc/MT


 O Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira (19) que vai conceder 7,69% de reajuste aos salários dos Profissionais da Educação Básica de Mato Grosso. O benefício é estendido a todos os profissionais da carreira de magistério, como professores, diretores, técnicos e assessores pedagógicos.

Chico Ferreira

Governo do Estado paga 7,69% de reajuste aos profissionais da Educação

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, o reajuste já será aplicado à folha de maio e é o resultado de um esforço de todo o Governo do Estado.

“O apoio do governador Pedro Taques foi fundamental para que pudéssemos aplicar esse reajuste. Demonstra que a Educação é, de fato, prioridade nesta gestão – que vê a valorização do profissional como um fator primordial da melhoria da qualidade do ensino”, afirmou o secretário.

O aumento dos salários visa a garantir, até o ano de 2023, a dobra do poder de compra dos profissionais da Educação, conforme determina a Lei nº 510/2013.

A lei prevê ainda que o Piso Salarial Nacional dos Trabalhados da Educação fica assegurado, caso o valor seja superior ao decorrente da aplicação dos índices de correção.

O servidor Justino Manuel, que atua no Núcleo de Saúde e Segurança da Seduc, comenta que o reajuste vem em boa hora. “Os servidores merecem. Além disso, é muito bom ver que os acordos estão sendo cumpridos, pois isso aumenta a sensação de segurança dos servidores”, afirmou.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 16 de dezembro de 2017

09:11 - Base curricular de infantil e fundamental é aprovada e muda em 2019

Sexta, 15 de dezembro de 2017

14:48 - Base nacional curricular para educação básica é aprovada pelo CNE

Quinta, 14 de dezembro de 2017

19:30 - Senado rejeita proposta de retirar de Paulo Freire título de Patrono da Educação

16:59 - Faculdades oferecem mais de 110 mil bolsas de estudo em MT

Terça, 12 de dezembro de 2017

14:03 - Justiça veta R$ 24 milhões da educação de Alagoas para escritórios de advocacia

Quarta, 06 de dezembro de 2017

12:50 - Período de matrícula para novos alunos começa no dia 18 de dezembro

Quarta, 29 de novembro de 2017

11:08 - Conselho de Odontologia solicita ao MEC a suspensão de novos cursos por 5 anos

Terça, 28 de novembro de 2017

09:36 - Ações afirmativas e cotas são atalho para 4 em cada 10 universitários

Segunda, 27 de novembro de 2017

22:34 - Brasil ganha 5 medalhas na Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica

Sexta, 24 de novembro de 2017

11:48 - Alunos tomam chuva em salas improvisadas há mais de 1 ano


// leia também

Domingo, 17 de dezembro de 2017

12:11 - Gilmar Mendes e Silvam devem ser investigados

10:39 - Vereadores de Cuiabá terão emenda impositiva de R$ 350 mil

08:34 - Câmara pode manter 480 servidores

Sábado, 16 de dezembro de 2017

10:03 - Políticos lamentam execução do prefeito de Colniza

08:20 - PP decide se manter na base do prefeito Emanuel Pinheiro

08:14 - Resolução do TCE ameaça derrubar 13º de vereadores

Sexta, 15 de dezembro de 2017

17:07 - Senador diz que Temer não conseguirá aprovar a Reforma da Previdência

11:49 - Deputados de MT comemoram aprovação do FEX pelo Senado

11:13 - AL espera R$ 50 milhões do Estado para fechar ano sem dívidas

08:19 - PF vasculha escritório e casa do deputado Savi atrás do celular dele


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 18/12/2017
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 18/12/2017
2460d513a351119a678ad6c5220f2984 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Quatro em cada dez crianças vivem abaixo da linha da pobreza no Brasil, segundo IBGE




Logo_classifacil









Loja Virtual