PMDB e PSDB de MT se esquivam; PT diz que já sabia | Gazeta Digital

Quinta, 18 de maio de 2017, 08h28

LAVA JATO

PMDB e PSDB de MT se esquivam; PT diz que já sabia

Keka Werneck, repórter do GD


A Gazeta

Bezerra e Leitão lideram PMDB e PSDB no Estado. Ságuas é deputado petista

O deputado federal Carlos Bezerra, presidente do PMDB em Mato Grosso, atendeu a uma ligação do Gazeta Digital, no início da manhã desta quinta-feira (18), por volta das 7h40, alegando estar dentro do avião, embarcando para Brasília, onde vai acompanhar de perto o desenrolar das denúncias que começaram a repercutir ontem envolvendo o presidente peemedebista Michel Temer.

"Estou embarcando, não posso falar agora", resumiu o deputado, desligando o celular.

Denúncia envolvendo Temer e o senador tucano Aécio Neves está atraindo líderes partidários à Brasília, onde o dia será "quente".

O presidente do PSDB no Estado, Nilson Leitão, não atendeu o celular. Os tucanos ainda não comentaram sobre os mandados de busca e apreensão na casa e gabinete do senador Aécio Neves, um dos líderes da sigla e ícone do discurso anti-corrupção que movimentou as ruas do país pelo impeachment da ex-presidente petista Dilma Roussef.

Na delação de Joesley Batista, ele apresentou gravação de conversa em que Aécio aparece pedindo R$ 2 milhões em propina, a serem entregues a um primo.

O Supremo Tribunal Federal (STF), diante da denúncia, determinou o afastamento do senador Aécio e deve analisar o pedido de prisão contra o tucano feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Já o deputado federal petista, Ságuas de Moraes, atendeu ao Gazeta Digital, no início desta manhã, e comentou, de Brasília, sobre os ânimos na sessão de ontem na Câmara Federal. Ele e outros parlamentares de oposição ao Temer fizeram um protesto no plenário erguendo um cartaz com os dizeres: "Eu já sabia".

"Estava falando bem na hora em que chegou a bomba ao plenário", relata.

Segundo Ságuas, o protesto "eu já sabia" se refere aos áudios com falas do ministro do Planejamento, senador licenciado Romero Jucá, em que ele fomentava pacto para deter avanço da Operação Lava Jato. Isso em maio de 2016.

"Tem que resolver essa porra. Tem que mudar o governo para estancar essa sangria", disse Jucá, que, após o vazamento, negou fazer qualquer coisa para obstruir o andamento das investigações da Lava Jato.

O plenário do Senado aprovou dia 31 de agosto do ano passado, por 61 votos favoráveis e 20 contrários, o impeachment de Rousseff.


 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

08:02 - Temer anuncia criação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

08:41 - Planalto discute violência no Rio e criação do Ministério da Segurança Pública

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

14:09 - Fábio Garcia é cotado para assumir ministério, mas ainda não há convite

13:31 - Temer visita obras do projeto Sirius, no interior de São Paulo

Quarta, 14 de fevereiro de 2018

11:41 - Temer reúne ministros para discutir situação de venezuelanos refugiados no País

Segunda, 12 de fevereiro de 2018

18:15 - Temer anuncia grupo para tratar da crise migratória dos venezuelanos

15:20 - Em Roraima, Temer diz que papel de oposição é 'acertar rumo' dos governos

Sábado, 10 de fevereiro de 2018

11:18 - Temer embarca para o Rio, onde passará o carnaval com a família

Sexta, 09 de fevereiro de 2018

13:47 - Renan Calheiros usa as redes para criticar reforma e Temer

10:33 - Temer quer entrar para a história como quem tirou País da recessão


// leia também

Segunda, 19 de fevereiro de 2018

15:07 - Taques diz que Botelho é amigo e merece defesa após operação Bereré

Domingo, 18 de fevereiro de 2018

09:15 - Centrais sindicais protestam em Cuiabá por 'aposentadoria digna'

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

18:21 - Advogado de Emanuel alega omissão e contradição em depoimento de delator

15:46 - PTB faz apelo para Antonio Joaquim manter filiação e candidatura em MT

09:32 - Comparsa de Silval afirma que dinheiro recebido por Emanuel era propina - veja vídeo

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

10:57 - Valtenir e Medeiros disputam coordenação da bancada federal de MT

Quarta, 14 de fevereiro de 2018

21:48 - Bezerra passa mal com insuficiência respiratória

14:48 - Valtenir prepara ação de cobrança contra dissidentes do PSB

10:00 - Mendes diz que 'sumiu' para cuidar da empresa em recuperação e da família

Terça, 13 de fevereiro de 2018

09:00 - Emanuel Pinheiro negocia para levar 'Cuiabá 300 anos' para Sapucaí


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 19/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 19/02/2018
Dd6fa8cdd5651354f34e2d8507b62f0f anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Mais uma operação policial tem como alvo deputados estaduais




Logo_classifacil









Loja Virtual