PMDB e PSDB de MT se esquivam; PT diz que já sabia | Gazeta Digital

Quinta, 18 de maio de 2017, 08h28

LAVA JATO

PMDB e PSDB de MT se esquivam; PT diz que já sabia

Keka Werneck, repórter do GD


A Gazeta

Bezerra e Leitão lideram PMDB e PSDB no Estado. Ságuas é deputado petista

O deputado federal Carlos Bezerra, presidente do PMDB em Mato Grosso, atendeu a uma ligação do Gazeta Digital, no início da manhã desta quinta-feira (18), por volta das 7h40, alegando estar dentro do avião, embarcando para Brasília, onde vai acompanhar de perto o desenrolar das denúncias que começaram a repercutir ontem envolvendo o presidente peemedebista Michel Temer.

"Estou embarcando, não posso falar agora", resumiu o deputado, desligando o celular.

Denúncia envolvendo Temer e o senador tucano Aécio Neves está atraindo líderes partidários à Brasília, onde o dia será "quente".

O presidente do PSDB no Estado, Nilson Leitão, não atendeu o celular. Os tucanos ainda não comentaram sobre os mandados de busca e apreensão na casa e gabinete do senador Aécio Neves, um dos líderes da sigla e ícone do discurso anti-corrupção que movimentou as ruas do país pelo impeachment da ex-presidente petista Dilma Roussef.

Na delação de Joesley Batista, ele apresentou gravação de conversa em que Aécio aparece pedindo R$ 2 milhões em propina, a serem entregues a um primo.

O Supremo Tribunal Federal (STF), diante da denúncia, determinou o afastamento do senador Aécio e deve analisar o pedido de prisão contra o tucano feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Já o deputado federal petista, Ságuas de Moraes, atendeu ao Gazeta Digital, no início desta manhã, e comentou, de Brasília, sobre os ânimos na sessão de ontem na Câmara Federal. Ele e outros parlamentares de oposição ao Temer fizeram um protesto no plenário erguendo um cartaz com os dizeres: "Eu já sabia".

"Estava falando bem na hora em que chegou a bomba ao plenário", relata.

Segundo Ságuas, o protesto "eu já sabia" se refere aos áudios com falas do ministro do Planejamento, senador licenciado Romero Jucá, em que ele fomentava pacto para deter avanço da Operação Lava Jato. Isso em maio de 2016.

"Tem que resolver essa porra. Tem que mudar o governo para estancar essa sangria", disse Jucá, que, após o vazamento, negou fazer qualquer coisa para obstruir o andamento das investigações da Lava Jato.

O plenário do Senado aprovou dia 31 de agosto do ano passado, por 61 votos favoráveis e 20 contrários, o impeachment de Rousseff.


 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 22 de novembro de 2017

20:13 - Temer dá posse a Baldy e destaca parceria entre governo e Congresso

Terça, 21 de novembro de 2017

21:40 - Temer nomeia Alexandre Baldy para Ministério das Cidades

13:42 - Medidas do governo colocam País 'definitivamente no século XXI', diz Temer

Segunda, 20 de novembro de 2017

08:44 - Michel Temer fortalece Rodrigo Maia com trocas no governo

Quinta, 16 de novembro de 2017

12:52 - Temer dá sinal verde a ações para incentivar micro e pequenas empresas

11:53 - Em propaganda partidária, PMDB ataca trama para tirar Temer do poder

Terça, 14 de novembro de 2017

17:43 - Michel Temer deve trocar 17 ministros, diz Romero Jucá

13:53 - Se não tiver ninguém para defender 'legado', PMDB pode lançar candidato, diz Jucá

Segunda, 13 de novembro de 2017

20:08 - Temer diz que todos aplaudirão as reformas de seu governo

18:06 - Bruno Araújo pede demissão do cargo de ministro das Cidades


// leia também

Quinta, 23 de novembro de 2017

13:25 - Ex-chefe da Casa Civil, José Adolpho assume comando do Desenvolve MT

12:00 - Programa de proteção às vítimas, testemunhas e colaboradores é proposto por petista

Quarta, 22 de novembro de 2017

18:10 - Estado invalida progressão de Pedro Henry após notificação do MP

16:55 - CPI do Paletó não dará em nada e vereadores passarão vergonha, diz Renivaldo

16:03 - Senado deve votar a liberação de recursos do FEX para MT

12:20 - Com 18 votos, deputados aprovam PEC do Teto para congelar gastos e salários

10:57 - 'Iremos aonde o Oscar for', diz Luciane Bezerra sobre saída do PSB

Terça, 21 de novembro de 2017

18:04 - Membros da CPI do Paletó se reúnem para definir agenda de trabalho

17:42 - PF apreende armas, munições e pasta 'bomba' com conselheiro do TCE

16:55 - Fabris diz que cobrava de Silval pagamento de mansão em Jurerê Internacional


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 24/11/2017
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 24/11/2017
802e41ce112274fb550d4d86efa27dd7 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

A CPI do Paletó teve o número de assinaturas necessário e foi, finalmente, instalada




Logo_classifacil









Loja Virtual