Secretário pede desculpas por compartilhar foto de deputada | Gazeta Digital

Quarta, 17 de maio de 2017, 19h01

POLÍTICA DE MT

Secretário pede desculpas por compartilhar foto de deputada

Karine Miranda, repórter do GD


O secretário de Comunicação do Governo, Kleber Lima, pediu desculpas à deputada estadual Janaina Riva (PMDB) após uma polêmica que se formou depois que ele compartilhou nas redes sociais uma foto da deputada de camisola, criticando-a pelo fato de ela reclamar de falta de privacidade, sendo que a mesma se expunha. O pedido consta em uma nota de esclarecimento à imprensa enviada na tarde desta quarta-feira (17).

Janaina foi alvo dos supostos grampos ilegais feitos pela Polícia Militar de Mato Grosso, feitos, segundo denúncia, a mando de membros do primeiro escalão do governo Pedro Taques (PSDB). Ela reclamou da ilegalidade durante matéria exibida no programa Fantástico, da Rede Globo.

JL Siqueira/Tchélo Figueiredo

Secretário pede desculpas à deputada Janaína Riva

Em nota, Kleber pediu desculpas à deputada e “a todas as mulheres que se sentiram ofendidas com o fato”, além de se desculpar com a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, que também expressou sua insatisfação com o ocorrido.

“Reconheço que a foto não guarda qualquer relação com a denúncia de que a deputada teria sido interceptada ilegalmente – denúncia esta grave, que deve ser apurada com o rigor necessário”, diz trecho da nota.

Tão logo o compartilhamento veio à tona, a deputada criticou duramente o secretário e pediu apoio das mulheres e dos próprios deputados pelos atos de Kleber Lima, classificado por ela como “misógino”.

Ela, inclusive, registrou um boletim de ocorrência contra o secretário e o acusou de tê-la ameaçado outras vezes e de responder por outra reclamação da ex-primeira-dama de Cuiabá, Virgínia Mendes, que foi chamada de “louca” durante a pré-campanha eleitoral de 2016.

“Refuto as acusações feitas a mim sobre o caso e me defenderei nos fóruns adequados, uma vez que o assunto foi judicializado - com a consciência de quem não cometeu crime algum”, escreveu Kleber Lima.

O secretário reforçou que não foi responsável por tirar a fotografia ou “vazar” em ambiente público, físico ou digital. “Recebi a foto em diversos grupos de Whatsapp, como várias outras pessoas, autoridades ou não, uma vez que a própria deputada a havia publicado em suas redes sociais”, se defendeu.

Além disso, criticou as pessoas que se aproveitaram da situação para o atacar “de maneira imprópria e ilegítima”.

Veja a íntegra da nota 

"Em relação à polêmica que se criou a partir de um compartilhamento privado que fiz de uma foto da deputada Janaina Riva com parte dos meus contatos telefônicos pessoais, venho a público apresentar um pedido formal de desculpas à deputada e, especialmente, a todas as mulheres que se sentiram ofendidas com o fato. Estendo o pedido de desculpas à Assembleia Legislativa de Mato Grosso, que também expressou sua insatisfação com o ocorrido.

Reconheço que a foto não guarda qualquer relação com a denúncia de que a deputada teria sido interceptada ilegalmente – denúncia esta grave, que deve ser apurada com o rigor necessário, como já determinou o governador Pedro Taques, no âmbito do Governo do Estado, e outras autoridades de demais poderes e órgãos de controle.

Todavia, esclareço que não fui eu quem tirou a mencionada foto, tampouco a ‘vazei’ ou a publiquei em qualquer ambiente público, físico ou digital. Recebi a foto em diversos grupos de Whatsapp, como várias outras pessoas, autoridades ou não, uma vez que a própria deputada a havia publicado em suas redes sociais.

Refuto as acusações feitas a mim sobre o caso e me defenderei nos fóruns adequados, uma vez que o assunto foi judicializado - com a consciência de quem não cometeu crime algum. Com meu enorme respeito às nobres causas das minorias sociológicas, como a questão de gênero, racial, ambiental, indígena, homoafetivas, entre outras (para as quais já dediquei a maior parte da minha vida, como militante dos movimentos sociais, e por pertencer a uma dessas minorias, na condição de negro e oriundo de família humilde), lamento que de maneira imprópria e ilegítima alguns se apropriem destas causas para outros fins.

Kleber Lima
Secretário de Comunicação do Governo de Mato Grosso"



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 26 de maio de 2017

08:50 - Coronel Jorge Catarino é convocado para investigar PMs acusados de grampos ilegais

Quinta, 25 de maio de 2017

15:42 - Coronel se declara suspeito para investigar grampos

Quarta, 24 de maio de 2017

19:00 - Viana requer 'CPI dos Grampos' e cobra assinaturas

16:37 - Estado convoca coronel da reserva para investigar grampos

16:13 - Telefone do Gaeco também foi grampeado, denuncia MPE

13:22 - Janaina cita vaias a governador e pede renúncia de Taques

Terça, 23 de maio de 2017

18:15 - Coronel Zaqueu contatou juízes para obter escutas

17:37 - Policiais são suspeitos de 8 crimes com uso da máquina estatal

15:22 - Juiz estima que escutas ilegais chegam a 1 mil; coronel e cabo estão presos

Domingo, 21 de maio de 2017

10:47 - Esposa de coronel faz textão de defesa no Face


// leia também

Sábado, 27 de maio de 2017

14:33 - Ato com máscaras em Copacabana pede fim da corrupção e reforma política

11:59 - Governo de MT pagou em 3 dias R$ 67 milhões para a saúde

11:00 - Poderes dão sinal positivo para uso do Fethab na saúde

10:30 - Governo retirou recurso de salários para quitar repasse da saúde

09:49 - Propina na Arena Pantanal denunciada por Eder é investigada

Sexta, 26 de maio de 2017

19:15 - Prefeitura de VG paga salários dos servidores no próximo dia 30

16:55 - Galli diz que não tinha conhecimento de doação da JBS

15:55 - Deputado acusa médico e diz que vai denunciar ao MP

14:11 - Governo propõe RGA em 3 vezes e sindicalistas cogitam greve

Quinta, 25 de maio de 2017

20:08 - Maggi garante PP na base de Michel Temer e quer aprovação de reformas


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 27/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sábado, 27/05/2017
A15215da12928356f3b205355fe27350 anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O que o poder público deve fazer para acabar com áreas conhecidas como cracolândias nas cidades?



Logo_classifacil









Loja Virtual