Emanuel vai pagar R$ 57 milhões de dívidas deixadas por Mendes | Gazeta Digital

Quarta, 17 de maio de 2017, 11h46

de forma parcelada

Emanuel vai pagar R$ 57 milhões de dívidas deixadas por Mendes

Bruno Vicente, redação Secom/Cuiabá


O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, assinou nesta quarta-feira (17) o decreto de número 6.272, que trata da criação de um cronograma de pagamento dos restos a pagar processados, relativos aos exercícios de 2012 a 2016, e devidamente reconhecido pela administração direta e indireta do Município. O documento cumpre com o compromisso da atual gestão de dar transparência às ações administrativas que tramitam no Palácio Alencastro.

Marcos Vergueiro

Conforme o decreto, dos R$ 57.828.944,41 de restos a pagar existentes, a nova administração já conseguiu quitar o equivalente a 17.772.484,41.

Segundo o prefeito, a norma não só defende a clareza nos atos da Prefeitura de Cuiabá, como também supre a necessidade de garantir um ambiente de segurança, credibilidade e de estabilidade financeira para o desenvolvimento da economia do município. Para ele, a medida ainda assegura a supremacia do interesse público sobre o interesse privado.

“Esse é um dos meus compromissos com a população cuiabana. Além de uma gestão humanizada e inclusa, vamos garantir também a transparência em todas nossas ações. Queremos transformar a Cuiabá dos 300 anos em um lugar melhor para se viver e isso vem acompanhado de uma administração que zela pelo bem público e pelo dinheiro do contribuinte”, comentou.

A determinação assinada por Emanuel estabelece que os restos a pagar processados são aqueles valores que resultem de obrigações empenhadas e liquidadas nos exercícios anteriores, e que foram confirmadas e reconhecidas por cada gestor da unidade administrativa. Enquadram-se nesse perfil os credores por execução de serviço, fornecimento de bens e de obras públicas.

O pagamento das obrigações ficará a cargo da Secretaria Municipal de Fazenda, que trabalhará de acordo com seguinte cronograma: (I) restos a pagar processados de valor até R$ 100 mil, pagamento até 14 de junho; (II) restos a pagar processados de valor maior que R$ 100 mil, pagamento até 14 de julho; (III) restos a pagar processados de valor maior que R$ 150 mil, pagamento até 15 de agosto; (IV) restos a pagar processados de valor maior que R$ 200 mil, pagamento até 15 de setembro; (V) restos a pagar processados de valor maior que R$ 300 mil, pagamento até 13 de outubro; (VI) restos a pagar processados de valor maior que R$ 500 mil, pagamento a partir de 14 de novembro.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 29 de setembro de 2017

10:47 - Procuradoria da Câmara estuda medidas sobre suspensão de suplementação

Terça, 12 de setembro de 2017

15:29 - Vereador volta de licença e promete assinar CPI contra Emanuel

10:20 - Comunidades serão contempladas pelo Consultório Itinerante

Segunda, 11 de setembro de 2017

16:25 - Desculpa de prefeito 'serve' para contestar multas

Sexta, 08 de setembro de 2017

11:51 - Juiz não afasta prefeito de Cuiabá flagrado em vídeo recebendo 'mensalinho'

Segunda, 04 de setembro de 2017

15:37 - Desgastado, secretário de Mobilidade Urbana pede licença de 30 dias

Sexta, 21 de julho de 2017

18:22 - Juiz mantém contrato de R$ 748 milhões do Consórcio Cuiabá Luz

Quinta, 13 de julho de 2017

09:13 - Atrasada, reforma na Alencastro 'vira' novela

Terça, 30 de maio de 2017

09:11 - Saúde oferece terapias, reiki e yoga em Cuiabá; confira lista de atividades

Segunda, 29 de maio de 2017

15:58 - Prefeitura de Cuiabá paga folha salarial e RGA integral no dia 31


// leia também

Quarta, 18 de outubro de 2017

18:55 - Oposição se reúne com chefe da Casa Civil para debater PEC do Teto

18:21 - Selma diz que acusação é 'plantada' por alguém que quer desmoralizá-la

09:45 - Escrivão apresenta laudo e rebate acusações de que seria desequilibrado

09:16 - Bancada federal destina R$ 50 milhões para saúde em MT

08:15 - Prefeitura de Cuiabá licita apenas 10% dos contratos e Ong alerta vereadores

07:35 - TJ concede liminar ao grupo de oposição e adia votação da PEC do Teto

Terça, 17 de outubro de 2017

18:30 - Cabo Gerson acusa Paulo Taques de 'financiar' esquema de grampos

16:50 - Wilson Santos admite que VLT não ficará pronto nesta gestão

16:43 - Estado suspende licitação de R$ 43 milhões para obras na MT-030

15:47 - PSB convoca novo encontro para analisar expulsão de Fábio Garcia


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 19/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 19/10/2017
D1d680665478c8ebd71c5501c57d5ff8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Dois dos três senadores de MT votaram pela volta de Aécio Neves ao Senado




Logo_classifacil









Loja Virtual