Blairo entrega cargo, mas Temer não aceita | Gazeta Digital

Quinta, 20 de abril de 2017, 08h19

EFEITO LAVA JATO

Blairo entrega cargo, mas Temer não aceita

Celly Silva, repórter do GD


O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) Blairo Maggi (PP) estaria incomodado com sua inclusão na lista de investigados da operação Lava Jato, após delações dos ex-executivos da Odebrecht João Antônio Pacífico e Pedro Leão.

Agencia Brasil

Ministro estaria incomodado em permanecer no cargo, após ser citado na Lav Jato

Por conta disso, Maggi procurou o presidente da República Michel Temer (PMDB) para colocar seu cargo à disposição. É o que traz a Coluna do Estadão, no site do jornal, nesta quinta-feira (20). 

Segundo a coluna, Blairo se considera injustiçado pela acusação dos delatores e quis deixar o presidente à vontade, abrindo mão do posto. Temer recusou o pedido, dizendo que confiava na sua inocência e capacidade. O ministro aceitou permanecer.

Na delação, Blairo é acusado de receber R$ 12 milhões da Odebrecht na campanha de reeleição para o governo de Mato Grosso, em 2006. Ele nega as acusações.

Procurada pelo Gazeta Digital, a assessoria de imprensa de Blairo Maggi negou a informação da Coluna do Estadão, afirmando que o último encontro entre o ministro e o presidente foi no café da manhã realizado com todo o staff ministerial e deputados federais da base aliada, no Palácio da Alvorada, na última terça-feira (18), onde foi tratado sobre a Reforma da Previdência. 

Além disso, Blairo está se preparando para uma viagem no próximo dia 7 de maio, onde vai percorrer os principais países importadores da carne brasileira, entre eles, China, Hong Kong, Arábia Saudita e Bélgica (União europeia), na tentativa de reposicionar a imagem do Brasil e minimizar os efeitos da operação Carne Fraca. 

Conforme o Gazeta Digital divulgou nesta quarta-feira (19), Blairo Maggi admitiu que sente vontade de deixar o Ministério da Agricultura por conta do peso da Lava Jato, que o teria "desmontado", no entanto, afirmou que permaneceria por conta do compromisso com a equipe do Mapa em resolver a questão das frudes na fiscalização de frigoríficos. (Com informações do Estadão)



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 27 de junho de 2017

18:35 - Janot defende denúncia e diz que ninguém está acima da lei

17:46 - Temer classifica denúncia de 'ficção', critica Janot e cobra provas concretas

15:51 - 'Denúncia é grave, mas não é condenação', ameniza Alckmin

14:50 - Eunício diz que denúncia contra Temer cabe ao STF e à Câmara

13:20 - Reunidas as assinaturas para recurso contra arquivamento

12:49 - No dia seguinte da denúncia, Temer passa a manhã no Jaburu

08:24 - Janot denuncia Michel Temer e Rodrigo Loures por corrupção passiva

Segunda, 26 de junho de 2017

16:31 - Cinco senadores prometem assinar recurso contra arquivamento de cassação de Aécio

14:18 - Moro impõe um ano e meio de regime fechado a Mônica Moura e João Santana

11:36 - Perdão a Joesley tem alta rejeição, revela pesquisa


// leia também

Terça, 27 de junho de 2017

17:47 - TCE constata superfaturamento na Câmara e suspende pagamento

17:34 - Várzea Grande antecipa pagamento dos salários dos servidores

17:32 - Governo e sindicatos fazem últimos ajustes no projeto da RGA nesta 4ª

16:30 - Governo quer tirar foco dos grampos ilegais, diz coronel

08:48 - Blairo Maggi diz que Aeronáutica foi 'insensível'

Segunda, 26 de junho de 2017

19:39 - 'Fui testemunha de um crime', diz secretário sobre PMs presos

13:28 - Com Valtenir era traição todos os dias, diz Taques

11:30 - Cúpula do PSB se reúne sem Valtenir e planeja detalhes de debandada

10:30 - Embate entre Estado e Ipas expõe problemas na gestão da saúde

09:10 - Deputado propõe a volta da Loteria MT como alternativa para a saúde


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 28/06/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 28/06/2017
709682c66590260fb3edf747d9f8deb8 anteriores




Indicadores Econômicos

Indicadores Agropecuário

Mais Lidas Enquete

Profissionais de saúde devem ser obrigados a registrarem nos prontuários de atendimento médico os indícios de violência contra a mulher?




waze

Logo_classifacil









Loja Virtual