Deputados adiam votação de relatório de CPI | Gazeta Digital

Quarta, 19 de abril de 2017, 19h40

Política de MT

Deputados adiam votação de relatório de CPI

Karine Miranda, repórter do GD


Os deputados estaduais adiaram para a próxima terça-feira (25) a votação do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa. O documento estava previsto para ser votado na sessão plenária desta quarta-feira (19).

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), o relatório final já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e será colocado à disposição dos deputados antes de ser votado.

Marcos Lopes/ALMT

Deputados adiam votação de relatório de CPI das obras da Copa do Mundo

“Só não estamos votando hoje porque nós vamos disponibilizar o relatório a todos os deputados para que possam analisar e nós marcamos a votação para a próxima terça”, disse.

O relatório está finalizado desde outubro do ano passado. O documento apontou a existência de fraudes, descumprimento de contratos, superfaturamento, pagamentos indevidos e má qualidade dos serviços nas obras feitas durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

Além disso, o documento apontou ainda a necessidade de devolução, por parte do Consórcio VLT, de R$ 315 milhões, por suposto superfaturamento das obras, bem como o descumprimento do cronograma proposto pela execução das obras, que já custou R$ 1 bilhão.

O relatório foi alvo de inúmeras discussões entre os deputados. O deputado Botelho sugeriu alterações no documento de modo a não penalizar o Consócio VLT, que foram negadas pelo presidente da CPI, deputado Oscar Bezerra (PSB).

Nos bastidores, especula-se que as sugestões seriam necessárias para a continuidade do acordo entre o Governo do Estado e Consórcio VLT para a retomada das obras do Veiculo Leve Sobre trilhos (VLT).

Porém, o deputado estadual Wilson Santos garantiu que não haverá prejuízo ao novo acordo, mesmo que o relatório seja aprovado. Wilson foi quem intermediou o acordo entre o Governo do Estado e o Consórcio VLT, que prevê que o Estado pague mais R$ 922 milhões para a conclusão da obra do modal de transporte. O acordo ainda precisa ser homologado pela Justiça Federal.

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 26 de abril de 2017

15:23 - Janaina vai à Justiça garantir emenda para barrar Consórcio VLT

13:11 - Relatório de CPI é aprovado sem emenda que indicava rescisão de contrato

11:04 - Viana acusa 'colegas' de pegar propina e depois recua

Terça, 25 de abril de 2017

16:15 - Relatório da CPI das Obras da Copa será votado nesta terça

Quarta, 19 de abril de 2017

16:18 - Governo desiste de alterar relatório da CPI do VLT e votação acontece hoje

Segunda, 17 de abril de 2017

08:52 - Pela sétima vez, Secid prorroga prazo de entrega da Estrada do Moinho

Quarta, 22 de março de 2017

10:13 - Risco de desmoronar faz juiz barrar obras em trincheira

Terça, 21 de março de 2017

10:03 - Estado suspende prazo de obras de duplicação na Estrada do Moinho

Quinta, 16 de março de 2017

08:54 - Novas alas do Aeroporto Marechal Rondon serão entregues em maio

Segunda, 13 de março de 2017

15:28 - Estado vai auditar investimento na Arena Pantanal


// leia também

Domingo, 22 de outubro de 2017

10:20 - Antonio Joaquim sinaliza explorar escândalos da gestão Taques

09:20 - PSB retira Fábio Garcia da CCJ na Câmara para não votar a favor de Temer

Sábado, 21 de outubro de 2017

12:42 - Promotoria questiona negócio entre irmã de Gilmar Mendes e governo de MT

09:30 - Prefeito contesta ONG que denunciou R$ 700 mi de contratos sem licitação

08:00 - Câmara de Cuiabá aprova lei para arquivar multas de trânsito

Sexta, 20 de outubro de 2017

19:16 - Cabo diz que encontro com Paulo Taques foi para selar acordo financeiro - veja vídeo

16:22 - Antonio Joaquim anuncia pré-candidatura e detona gestão Taques

15:17 - Delegada suspeita de venda de conversas grampeadas

10:47 - Antonio Joaquim ingressa no PTB e assume presidência do partido

09:42 - Delegada rebate críticas do MPE e defende legalidade de depoimento


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 22/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 22/10/2017
D3e2a447985aa5e9b6e52041918b0ea4 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Deputados tentam reunião com presidente do STF para ajudar Gilmar Fabris, que está preso




Logo_classifacil









Loja Virtual