Homenagem a Lula é merecida e tardia, afirma Valdir Barranco | Gazeta Digital

Quarta, 19 de abril de 2017, 14h49

CIDADÃO MATO-GROSSENSE

Homenagem a Lula é merecida e tardia, afirma Valdir Barranco

Welington Sabino, repórter do GD


Gazeta Digital

Valdir Barranco diz que homenagem a ex-presidente Lula é merecida e tardia

A celeuma criada nas redes sociais por causa da honraria concedida pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), agraciado com um título de cidadão mato-grossense, não preocupa o autor da propositura, o deputado estadual Valdir Barranco (PT). Depois da polêmica criada em torno do assunto, críticas e até xingamentos no Facebook e WhastApp, o parlamentar se pronunciou nesta quarta-feiura (19) e afirmou que a homenagem é “merecida” por Lula e veio de forma “tardia”.

“O título é merecido e tardio. O presidente Lula tem uma história de dedicação ao estado de Mato Grosso desde o início dos anos 80 quando ele já andava aqui no Estado pelo fortalecimento do movimento sindical, pelo fortalecimento do Partido dos Trabalhadores”, justifica Barranco ao criticar também o colega de parlamento, Adalto de Freitas, o Daltinho (SD), que requereu à Mesa Diretora da Assembleia a anulação da votação que aprovou a concessão do título ao ex-presidente Lula.

“Enquanto presidente da República, ele [Lula] tem muitas ações no Estado de Mato Grosso e isso ninguém pode negar que de 2003 até 2010 quando ele foi governo, por exemplo: a BR-158 que nenhum presidente investia porque não tinha coeficiente eleitoral no Araguaia foram feitos 310 km de asfalto. O Luz Para Todos foi uma realidade quem anda no campo hoje sabe o que significou o Luz para Todos”, disse.

“O Plano Safra, para o agronegócio cresceu e muito, saltou de 27 bilhões para 100 bilhões no período do governo Lula. O agronegócio ganhou muito e se tornou essa potência que é hoje. A agricultura familiar, o Pronaf também ganhou muito com o presidente Lula. O Minha Casa Minha Vida, foram 4 milhões de casas entregues no seu governo sendo 100 mil casas construídas aqui no Estado. Por tudo que ele fez, Mato Grosso demorou a dar esse reconhecimento a ele”, elencou o petista citando outros programas na área da educação.

Barranco revelou que o projeto foi protocolado na Casa em novembro de 2016 e somente agora foi colocado para votação. Dessa forma, segundo ele, nenhum deputado pode alegar que votou sem saber.

Ele também desqualificou a iniciativa de Daltinho de pedir que a Mesa Diretora anule a votação. “Acho que ela [crítica do Daltinho] é descabida, é um desrespeito, inclusive, com os parlamentares que votaram. Não foi só eu que votei, passou pela CCJ, pela Comissão de Redação, foi por unanimidade, veio pro plenário e foi aprovado por unanimidade, então acho descabida”, rebate Barranco explicando que na segunda votação do projeto, ele vai fazer a defesa em plenário.

Sobre a situação do ex-presidente, citado em delações, investigados em inquérito e processado em ações penais, Valdir Barranco diz que não interfere em nada na honraria concedida a Lula e que ser acusado não significa ser culpado e nem condenado.

“Acusação qualquer um pode sofrer. Delação, quem está preso e quer se livrar hoje em dia tem delatado o que for preciso para se livrar da prisão. Condenado ele não é, acabou de sair uma decisão da Justiça de São Paulo que arquivou o processo do caso triplex, Por enquanto, o presidente Lula continua na sua condição democrática de ficha limpa e fará sua defesa em todos os processos”.

Por fim, o parlamentar informou que já mantém contato com assessores do ex-presidente para articular sua vinda a Cuiabá para receber o título. “Nós já estamos tratando com o presidente da vinda dele aqui para Mato Grosso, a agenda dele é muito complexa, o presidente Lula é uma personalidade que tem uma agenda com muitas atividades. A gente tem tratado disso com ele com a assessoria dele e no momento oportuno, sem pressa, estaremos trazendo ele aqui”.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 08 de junho de 2017

10:05 - Janaina mostra despreparo e arrisca carreira

Quinta, 18 de maio de 2017

15:52 - Wilson nega ter recebido verba e pede certidão da AL

12:26 - Jajah ameaça acionar Janaina por quebra de decoro

Quarta, 17 de maio de 2017

21:45 - Jajah acusa Janaina de fazer teatro de 5ª e deputada xinga tucano de 'ladrão'

Quarta, 10 de maio de 2017

17:19 - AL vota projeto que prevê desconto no salário de deputado faltoso

Segunda, 08 de maio de 2017

09:22 - Semana promete com 'pacotão' na Assembleia

Quinta, 04 de maio de 2017

18:03 - STF autoriza que governadores sejam processados sem aval da AL

Quarta, 03 de maio de 2017

16:58 - AL arquiva proposta de verba indenizatória a advogados e jornalistas

Terça, 02 de maio de 2017

14:48 - Deputado diz que Estado tem condições de pagar e que vai cobrar emendas

09:37 - Agenda destaca a 8ª edição da 'Assembleia Itinerante'


// leia também

Segunda, 23 de outubro de 2017

12:45 - Presidente do TJ 'intima' Taques a pagar R$ 28 mi de duodécimo atrasado

12:25 - Escrivão diz que está disposto a pagar com a vida

09:22 - Ainda sem consenso, Comissão propõe substitutivo que altera PEC do Teto

Domingo, 22 de outubro de 2017

10:20 - Antonio Joaquim sinaliza explorar escândalos da gestão Taques

09:20 - PSB retira Fábio Garcia da CCJ na Câmara para não votar a favor de Temer

Sábado, 21 de outubro de 2017

12:42 - Promotoria questiona negócio entre irmã de Gilmar Mendes e governo de MT

09:30 - Prefeito contesta ONG que denunciou R$ 700 mi de contratos sem licitação

08:00 - Câmara de Cuiabá aprova lei para arquivar multas de trânsito

Sexta, 20 de outubro de 2017

19:16 - Cabo diz que encontro com Paulo Taques foi para selar acordo financeiro - veja vídeo

16:22 - Antonio Joaquim anuncia pré-candidatura e detona gestão Taques


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 23/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 23/10/2017
00fb8b126cd455c6f67973a912cf7e56 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Circula na Câmara a proposta de reduzir de 25 para 19 o número de vereadores na Capital




Logo_classifacil









Loja Virtual