Eder Moraes denuncia crimes e afirma que promotor tem 'problema mental' | Gazeta Digital

Terça, 22 de maio de 2018, 07h54

enfrentamento

Eder Moraes denuncia crimes e afirma que promotor tem 'problema mental'

Arthur Santos da Silva, repórter do GD


O jornalista e apresentador Edivaldo Ribeiro, do site o Bom da Notícia, divulgou a totalidade da entrevista junto ao ex-secretário de Estado de Fazenda, Eder Moraes Dias. O político acusa duramente o Ministério Público de Mato Grosso (MPE). Trechos das declarações revelam supostas ameaças e acusações de crimes envolvendo integrantes do órgão fiscalizador.

Otmar de Oliveira

“Tive uma discussão com o promotor Clóvis Almeida que rendeu até ameaça de morte. Tudo isso está registrado em boletim de ocorrência. Ele teve uma discussão com um filho meu, menor de idade, e eu sai um pouco das estribeiras. Aí, uma pessoa que você registra uma reclamação contra ele, no Ministério Público, um BO contra ele, que você tem uma briga policial contra ele, essa pessoa pode assinar uma ação de improbidade contra você? Ele é suspeito para isso. Faço questão. Quando erram comigo, vou até as últimas consequências. Eles não perdoam ninguém. O couro come. Então vai comer daqui para lá também”, afirmou Eder.

O político figurou como braço direito em governos liderados por Blairo Maggi e Silval Barbosa. Justamente por sua atuação no Poder Executivo, Eder é considerado o responsável pela engenharia financeira de um suposta organização criminosa responsável por desviar e lavar cerca de R$ 500 milhões, números apontados pela Operação Ararath.

Na entrevista, ainda sobre o Ministério Público, o ex-secretário revela supostos crimes cometidos na instituição.

“Eu conheço o Ministério Público de Mato Grosso e fui o autor da denúncia das cartas de crédito. A história que eles contam é uma, mas a verdade é outra. A origem delas é podre, baseada em anotações feitas a lápis. É não só improbidade, como lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito, emissão irregular de moeda, corrupção passiva e ativa. Tem que ser investigada a construção da sede do MPE. Por que ninguém nunca mexeu com isso? Qual o receio de mexer com isso. As denúncias pipocam de todos os lados, em relação a construção daquele prédio. De notas fiscais rasuradas. Mas tem que ter peito e coragem, para saber que amanhã ou depois vão fazer qualquer tipo de situação para tirar o crédito da acusação. Quando acusei o MP, não tinha nenhuma condenação em nada. Hoje falam que sou um condenado de 100 anos, mas só veio isso depois que fiz as denúncias”

Eder comentou ainda a atuação de Marcos Bulhões, chefe do Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

“Para mim, procurador que sai de casa, tomando café da manhã, ouvindo música no carro, filmando e dirigindo, para mandar no Whatsapp, antes da operação, é alguém que tem algum problema mental. O Marcos Bulhões, que é o chefe do Gaeco, dentro do Florais, e postou isso, no dia da operação, como se fosse uma alegria arrebentar com a vida de inocentes. Para mim foi uma coisa proposital, feita para prejudicar a minha imagem e da minha família. O MP costuma te tratar como a pior raça que existe no mundo. Algo no país precisa ser feito. Respondo todos os processos e cumpro todas as condenações, mas não aceito a pecha de que desviei dinheiro público ou que sou corrupto. Vou provar isso”.

                Confira a entrevista
 

                                                                                               

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 20 de junho de 2018

16:55 - Eder Moraes tacha delação de Silval como 'sorrateira' e forjada com aliado

Terça, 19 de junho de 2018

07:00 - Antonio Joaquim pede para ser investigado no STJ

Segunda, 18 de junho de 2018

17:30 - Ex-deputado confirma ter recebido R$ 50 mil gravado em vídeo de delator

15:03 - Tribunal de Justiça mantém bloqueio de 15 imóveis que pertenciam a Eder

06:00 - Perícia da PF confirma mensagens apagadas do celular de Blairo após apreensão

Sexta, 15 de junho de 2018

13:30 - Quatro anos após ameaças, procuradores da Ararath ainda vivem sob escolta

08:42 - Investigação da Operação Ararath já conta com 17 delatores

Quinta, 14 de junho de 2018

17:10 - Receita descobre sonegação de R$ 1,5 bilhão por investigados na Ararath

06:00 - Tentativa de anular parte da Ararath esbarra em nova delação

Quarta, 13 de junho de 2018

17:51 - Ararath completa 5 anos e ainda causa terror


// leia também

Domingo, 24 de junho de 2018

08:00 - Silval diz que relatórios do TCE na Copa foram usados para chantagem - veja vídeo

Sábado, 23 de junho de 2018

08:20 - Ex-deputado nega propina, mas não explica dinheiro que recebeu e guardou em pasta

Sexta, 22 de junho de 2018

16:52 - Família de servidor dado como 'morto' se revolta e quer processar o MP

16:25 - Pressionados, procuradores ingressam com 4º pedido por liberdade de Savi

12:00 - Após anunciar desistência, conselheiro tenta liberar aposentadoria

10:55 - Ministério Público investiga pagamentos a servidor morto há 28 anos

07:35 - Índias suspeitas de enterrar bebê vivo vão usar tornozeleiras

Quinta, 21 de junho de 2018

10:18 - STJ nega liberdade a empresário acusado de lavar dinheiro da Bereré

07:14 - Juiz da 7ª Vara fica com ação contra Maggi por compra de vaga no TCE

Quarta, 20 de junho de 2018

18:14 - TJ nega liberdade a acusado de desviar R$ 23 milhões de cooperativa


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 25/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 25/06/2018
Afeda58f8fad104f8a7e7e0d17408684 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Por que o sobrepeso atinge mais da metade da população brasileira?




Logo_classifacil









Loja Virtual