MPE cobra identificação de mais 2 envolvidos na morte de personal | Gazeta Digital

Segunda, 14 de maio de 2018, 07h30

MPE cobra identificação de mais 2 envolvidos na morte de personal

Arthur Santos da Silva, repórter do GD


O Ministério Público Estadual (MPE) recomendou que a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) siga investigando a morte do personal trainer Danilo Campos. O pedido objetiva identificar mais criminosos envolvidos.

Reprodução

Conforme informações da denúncia oferecida pelo promotor de Justiça Kledson Dionysio de Oliveira, no dia 6 de abril, os acusados Guilherme Dias de Miranda e Wallisson Magno de Almeida Santana possuem ampla rede de colaboradores.

Guilherme, que é acusado de ser o mandante, e Walison Magno de Almeida, o executor, estão presos desde o dia 17 de março.

O Ministério Público aguarda a identificação do homem que pilotava a motocicleta na hora do crime. O órgão ministerial também aguarda a identificação da pessoa que manteve contato telefônico com a vítima.

O assassinato foi praticado no dia 8 de novembro de 2017, no bairro Goiabeiras, em Cuiabá. O corpo acabou sendo encontrado caído ao lado do carro, na Rua General Ramiro de Noronha.

Testemunhas relataram que 2 homens em uma motocicleta se aproximaram do carro da vítima perto de uma conveniência, na Rua General Ramiro de Noronha, no Bairro Duque de Caxias e mataram o personal a tiros.

Segundo as investigações da Polícia Civil, o crime teve motivação passional. De acordo com a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Guilherme teria ordenado a morte de Danilo por ciúme de sua então esposa, Ane Lise Hovoruski que estaria tendo um caso amoroso com o personal.

Mais investigações

O Ministério Público pede ainda que a Polícia Civil investigue os crimes de estelionato, uso de documentação falsa e acesso indevido a documentos sigilosos.

O órgão pede que seja determinada a extração de cópia dos documentos pertinentes a cada um dos apontamentos, para o fim de que se realize seu encaminhamento à autoridade policial competente, visando a instauração de inquéritos policiais próprios.

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Rui Ramos Ribeiro, também foi notificado para que avalie a possibilidade de um processo interno, apurando vazamento de informações sigilosas.  

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 16 de agosto de 2018

08:10 - Denúncia por morte de personal é alterada pelo Ministério Público

Quarta, 01 de agosto de 2018

10:10 - Juiz marca interrogatórios para ouvir acusados por morte de personal

Quarta, 18 de julho de 2018

19:30 - Testemunha diz que réu por morte de personal é ligado à facção criminosa

Terça, 10 de julho de 2018

14:27 - Réus por morte de personal relatam ameaças e querem proteção

Sexta, 29 de junho de 2018

14:20 - Policial confirma ameaças a personal e alertas sobre periculosidade de réu - veja como foi

Quinta, 28 de junho de 2018

17:58 - Réus por morte de personal trainer enfrentam a 1ª audiência

Sábado, 23 de junho de 2018

10:53 - Assassino contratado para matar personal é boliviano, afirma testemunha

Terça, 19 de junho de 2018

17:50 - Centro esportivo terá nome de personal assassinado

Quinta, 24 de maio de 2018

09:14 - Juiz mantém prisão de mandante e autor do assassinato de personal

Terça, 08 de maio de 2018

09:19 - Empresário e amigo viram réus por morte de personal e devem ir a júri


// leia também

Sexta, 17 de agosto de 2018

18:57 - Raquel Dodge dá parecer contrário à soltura de irmãos Taques e Savi

16:21 - TRE nega pedido de Mendes para exonerar 20 assessores do governo

15:02 - Processo de deputado por agressão a jornalista será julgado na 1ª instância

13:26 - Justiça torna réu coronel que pressionava policiais a fazer sexo com ele

11:53 - TJ condena militar por estupro de vulnerável, roubo, sequestro e cárcere privado

11:46 - Selma Arruda consegue autorização judicial para acessar dados de pesquisa

09:54 - Justiça condena Juca do Guaraná a retirar gabinete itinerante de circulação

Quinta, 16 de agosto de 2018

19:50 - Justiça concede prisão domiciliar a empresário acusado sonegar ICMS

18:38 - Conenge Construção entra em recuperação judicial com dívida de R$ 11 mi

16:34 - Juíza manda Taques retirar vídeo considerado como propaganda ilegal


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Sábado, 18/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 18/08/2018
A44715be9e92a2b47e0133742ab836d2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre a troca de acusações entre os candidatos?




Logo_classifacil









Loja Virtual