MPE notifica município para anular contrato de médica denunciada | Gazeta Digital

Segunda, 08 de janeiro de 2018, 17h19

morte de prefeito

MPE notifica município para anular contrato de médica denunciada

Redação do GD


A Promotoria de Justiça de Colniza (1.065 Km de Cuiabá), notificou o município para que proceda a anulação do contrato administrativo relacionado à prestação de serviços clínicos envolvendo a médica Yana Fois Coelho Alvarenga, presa por suposta participação na morte do prefeito da cidade, Esvandir Antonio Mendes, ocorrida no dia 15 de dezembro de 2017.

Reprodução

MPE quer anular contrato de médica denunciada

De acordo com a notificação, antes de ser assassinado, o prefeito municipal informou ao Ministério Público, de maneira informal, que não assinaria eventual contrato envolvendo a médica Yana Fois Coelho Alvarenga, uma vez que convocaria servidores concursados.

Leia mais - Justiça aceita denúncia contra suspeitos de matar prefeito de Colniza

Além disso, já existe liminar, nos autos da ação civil pública, proposta pelo MP, (autos n. 2877-47.2016 Cód. 75735), que proíbe a contratação temporária em detrimento da regra constitucional da realização de concurso público.

Segundo informações no edital do resultado final do concurso público nº 001/2017, da Prefeitura Municipal de Colniza, a médica foi desclassificada do certame, por não ter obtido a nota de corte para os cargos de médico clínico geral.

A médica é mulher do empresário Antônio Pereira Rodrigues, apontado como mandante do homicídio.Yana teria a responsabilidade de dar cobertura aos atiradores, uma vez que ela teria mandado que o adolescente fosse buscar os executores após o crime.

Leia mais - Envolvida em morte de prefeito, médica conheceu pistoleiros no Pará

Além do homicídio, a denúncia também aponta os crimes de corrupção de menor, entrega de veículo automotor a pessoa não habilitada e receptação de arma de fogo roubada.

Reprodução

Prefeito foi morto a tiros

Relembre o caso - Segundo a polícia, os bandidos abordaram o prefeito Esvandir dentro do seu um veículo, Toyota SW4 preta, a cerca de 7 quilômetros da entrada da cidade. O prefeito estava acompanhado da primeira-dama, Rosemeire Costa, e do secretário municipal de Finanças, Admilson Ferreira dos Santos, quando os bandidos se aproximaram e dispararam contra eles.

Após ser atingido, Vando ainda conseguiu dirigir até a Avenida 7 de Setembro, no centro da cidade, quando perdeu o controle do veículo e bateu o carro. Ele morreu no local. O secretário também foi atingido na perna esquerda e nas costas e segue internado.

Os suspeitos fugiram em um veículo quando foram parados por uma viatura do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) em uma estrada entre os municípios de Juruena e Castanheira (880 e 735 km a Noroeste da Capital, respectivamente).

Dentro do automóvel foram apreendidos R$ 60 mil, em dinheiro, provenientes do pagamento pela execução do prefeito, segundo a polícia. O dinheiro estava em um pacote do Banco do Brasil, sendo um montante de R$ 50 mil, e outros dois volumes de R$ 10 mil. Já as armas dos crimes foram jogadas em um rio.  (Com informações do MPE)

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 19 de janeiro de 2018

13:53 - Juiz de Colniza se declara suspeito para julgar réus por morte de prefeito

Quinta, 11 de janeiro de 2018

17:08 - Presa por morte de prefeito, médica é denunciada por usar certificado falso

Sexta, 05 de janeiro de 2018

07:30 - Após chacina e morte de prefeito, segurança intensifica força-tarefa em Colniza

Quinta, 04 de janeiro de 2018

17:05 - Envolvida em morte de prefeito, médica conheceu pistoleiros no Pará

Quarta, 03 de janeiro de 2018

16:51 - Justiça aceita denúncia contra suspeitos de matar prefeito de Colniza

Sexta, 29 de dezembro de 2017

13:32 - MPE denuncia casal e 2 pistoleiros por morte do prefeito de Colniza

Terça, 26 de dezembro de 2017

12:59 - Polícia conclui inquérito e indicia 5 por homicídio de prefeito de Colniza

Segunda, 25 de dezembro de 2017

07:00 - Esposa de suspeito em morte de prefeito é presa em Colniza

Sexta, 22 de dezembro de 2017

17:30 - Secretário e filha de prefeito assassinado de Colniza deixam a cidade

Sábado, 16 de dezembro de 2017

10:03 - Políticos lamentam execução do prefeito de Colniza


// leia também

Terça, 23 de janeiro de 2018

07:00 - Garimpo em Matupá é alvo de processo do MP por degradar meio ambiente

Segunda, 22 de janeiro de 2018

18:35 - Juiz de Cuiabá reduz fiança e revoga prisão do traficante carioca Dinho Porquinho

15:51 - MPE pede sequestro de bens de prefeito de Nova Bandeirantes

14:48 - Sindicato de MT pede suspensão de campanha do MBL contra servidor

13:50 - Juíza nega omissão e mantém condenação de prisão contra José Riva

09:46 - Eder Moraes é alvo de novo sequestro de bem

07:30 - Silval não teme ser morto, mas mantém segurança reforçada e carro blindado

Sábado, 20 de janeiro de 2018

08:05 - Transsexual consegue mudar o nome masculino para feminino e o gênero

08:00 - Operário aparece bêbado no serviço, xinga todo mundo e leva justa causa

07:50 - Auxílio-alimentação só é considerado salário se não houver contrapartida do trabalhador


 veja mais
Cuiabá, Terça, 23/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 23/01/2018
Ee7bba5599143b6808c910b7421e152b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Algum novato, de fora da política, pode surpreender nas eleições para presidente da República?




Logo_classifacil









Loja Virtual