Justiça suspende campeonato de som automotivo em Chapada dos Guimarães | Gazeta Digital

Sábado, 12 de agosto de 2017, 09h05

Desafio dos Estados

Justiça suspende campeonato de som automotivo em Chapada dos Guimarães


A Justiça acatou pedido liminar formulado pelo Ministério Público do Estado e determinou a imediata suspensão do evento automotivo “Desafio dos Estados”, marcado para acontecer nos dias 12 e 13 de agosto (sábado e domingo) na praça do Festival de Inverno do município. A decisão foi prolatada após ter sido interposta ação civil pública pela 1ª Promotoria de Justiça Cível e Criminal de Chapada dos Guimarães.

Reprodução

Justiça suspende realização de evento em MT

O evento consiste na reunião de carros com sons automotivos e motos, além de áreas para “moeção” de carros, para manobras de motos, com stands, presença de lojas de som, exposição de carros antigos, “moto clube”, dentre outros.

Conforme a promotora de Justiça Taiana Castrillon Dionello, o local do evento não tem qualquer licença e alvará, indispensáveis para atestar a segurança do evento.

Conforme documentos fornecidos pela Polícia Civil, Ciretran, Prefeitura Municipal de Chapada dos Guimarães, não há notícia que os organizadores do evento tenham pleiteado em tais órgãos alvarás, promovido planejamento de trânsito e feito o pagamento de taxas necessárias. Também não há autorização pelo Corpo de Bombeiros para que o evento fosse realizado em praça tradicional da cidade.

“Considerando que a segurança da população não está assegurada para um evento de tamanha magnitude como pretende os demandados para o próximo domingo, uma vez que não foram tomadas as cautelas pertinentes para a realização do evento, não resta outra sorte que o ingresso da presente ação visando à interdição do evento em tela até que sejam auferidas e comprovadas as condições de segurança perante órgãos competentes”, destacou a promotora de Justiça.

Na decisão, o juiz Marco Antonio Canavarros dos Santos defere a liminar alegando a existência de perigo de dano irreparável, “uma vez que o evento organizado sem as autorizações competentes infringe uma série de normas administrativas, implicando, por outro lado, considerável risco à segurança dos participantes do evento e de terceiros”. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Segunda, 23 de outubro de 2017

10:37 - Juiz invalida ato de Comissão e reconduz prefeito de Acorizal ao cargo

09:32 - Justiça acata pedido do MPE e bloqueia bens de prefeito e secretária

08:00 - Escrivão continua com escolta mesmo com saída de Perri do processo

Domingo, 22 de outubro de 2017

14:34 - Cabo da PM confessa que operou grampos de dentro do Gaeco

13:47 - Afastado do TCE, conselheiro Novelli quer recuperar 15 relógios de grife

08:52 - STF não compartilha delações de Silval e Sílvio Corrêa

Sexta, 20 de outubro de 2017

17:55 - Desembargador diz que caso de Fabris não se compara ao de Aécio

15:56 - Juíza nega prazo e diz que defesas tentam atrasar sentença

12:25 - Luiz Soares denuncia juiz que o prendeu ao CNJ e Corregedoria do TJ

Quinta, 19 de outubro de 2017

10:45 - Juiz nega extinguir processo contra ex-servidor da AL falecido


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 23/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 23/10/2017
00fb8b126cd455c6f67973a912cf7e56 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Circula na Câmara a proposta de reduzir de 25 para 19 o número de vereadores na Capital




Logo_classifacil









Loja Virtual