Terça, 18 de abril de 2017, 00h38

desapropriação

Filho de Nadaf depõe sobre fraude de R$ 15 milhões

Celly Silva, repórter do GD


A juíza Selma Rosane Santos Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, começa nesta terça-feira (18) a fase de instrução do processo decorrente da Operação Sodoma 4, que apura suposta organização criminosa arquitetada durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) para desviar recursos do Estado para quitar dívidas de campanha.

De acordo com o calendário divulgado nos autos, estão previstas as oitivas de três testemunhas arroladas pelo Ministério Público Estadual (MPE), autor da ação, entre eles o delator Filinto Muller, que atuava como operador do esquema e o filho do ex-secretário de Estado da Casa Civil e também delator Pedro Nadaf, Pedro Jamil Nadaf Filho.

Os interrogatórios seguem até o dia 26 de maio, com os depoimentos de testemunhas de defesa e dos réus.

Chico Ferreira

A oitiva de Silval está prevista para maio

A ação penal decorrente da operação Sodoma 4, deflagrada em setembro do ano passado, apura o desvio de R$ 15.857.125,50 obtidos por meio de negociação fraudulenta na desapropriação do bairro Jardim Liberdade, na região do Osmar Cabral.

O valor corresponde a metade do que foi pago pelo Estado – R$ 37.671.144,47 – para indenizar a Santorini Empreendimentos Imobiliários, Comércio e Construção Ltda., que pertence a Antônio Rodrigues de Carvalho.

Conforme denúncia do MPE, em novembro de 2011, Antônio Carvalho formulou o pedido de indenização justificando a expansão da área por conta da invasão que deu início ao bairro. No entanto, uma perícia feita pelo Centro de Apoio Operacional (CAOP) do MPE concluiu que o espaço não foi alterado entre 1998 e 2015.

Segundo o delator Pedro Nadaf, o desvio ocorreu diante da necessidade apresentada pelo então governador Silval Barbosa em conseguir R$ 10 milhões para pagar uma dívida de campanha adquirida junto ao empresário Valdir Piran.

Figuram como réus o ex-governador Silval Barbosa (PMDB), os ex-secretários de Estado Pedro Nadaf (Casa Civil), Marcel de Cursi (Fazenda), César Zílio e Pedro Elias Domingos (Administração), Arnaldo Alves (Planejamento), José de Jesus Cordeiro (ex-adjunto de Administração), o ex-procurador-geral do Estado Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, o ex-chefe de gabinete Sílvio César Araújo, o ex-presidente do Instituto Mato-grossense de Terras (Intermat), Afonso Dalberto e o ex-presidente da Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat), João Justino Paes de Barros.

Além destes, pessoas de fora do governo também são acusadas. São eles: o médico Rodrigo Barbosa (filho de Silval Barbosa), a secretária de Pedro Nadaf na Fecomércio Karla Cecília Cintra, o empresário Antônio Rodrigues de Carvalho, o advogado dele, Levi Machado de Oliveira, o dono do Buffet Leila Malouf, Alan Malouf; e o empresário Valdir Agostinho Piran.

Confira as datas das audiências

Dia 18 de abril – Testemunhas do MPE
1 – Filinto Muller
2 – Maria Auxiliadora de Moraes (comum à defesa de Sílvio Cezar Corrêa Araújo)
3 – Pedro Jamil Nadaf Filho

Dia 20 de abril – Testemunhas de defesa

Arnaldo Alves de Souza Neto 

1 – Regiane Berchiela
2 – Carla Cristina Araújo Vasques Moreno
3 – Vinia Stocco
4 – Naldymar Nascimento Rosa
5 – Alexandra C. Mensch Fachone (comum à defesa de Marcel de Cursi)

Dia 24 de abril – Testemunhas de defesa

Francisco Gomes de Andrade Lima Filho 

1 – José Vitor da Cunha Gargalione
2 – Arnaldo da Guia Taques (comum à defesa de Marcel de Cursi)
3 – Sebastião Faria (comum à defesa de Marcel de Cursi)

João Justino Paes de Barros

4 – Ayrton Lellis Raffa Júnior

Alan Ayoub Malouf 

5 – Beatriz D. Ambros

Dia 25 de abril – Testemunhas de defesa

Alan Ayoub Malouf 

1 – Silbene Mello Moreira
2 – Graciele Pizzatto
3 – Aline Herane Ziolkowski
4 – Ewerton Maiko Nunes
5 – Eronir Alexandre
6 – Juares Silveira Samaniego

Dia 26 de abril – Testemunhas de defesa

Levi Machado de Oliveira

1 – Ademir Campos Martins

Marcel Souza de Cursi 

2 – Roosevelt Alves Filho
3 – Valdir Simão
4 – Fernando Siqueira
5 – José Alves Pereira Filho

Dia 05 de maio – Oitiva dos réus

1 – Afonso Dalberto
2 – Antônio Rodrigues Carvalho
3 – João Justino Paes de Barros

Dia 16 de maio de 2017 – Oitiva dos réus

1 – Pedro Jamil Nadaf
2 – Silval da Cunha Barbosa
3 – Marcel Souza de Cursi

Dia 18 de maio – Oitiva dos réus

1 – Francisco Gomes de Andrade Lima Filho
2 – Sílvio César Corrêa Araújo
3 – Arnaldo Alves de Souza Neto

Dia 26 de maio – Oitiva dos réus

1 – Levi Machado de Oliveira
2 – Alan Ayoub Malouf
3 – Valdir Agostinho Piran
 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 26 de abril de 2017

14:44 - Ex-contador de Arcanjo abriu empresa que lavou R$ 15 milhões

Terça, 25 de abril de 2017

18:36 - Ligação de gestores com buffett será 'inesquecível'

17:59 - Testemunha entrega Pedro Nadaf e é 'pega' pelo MPE

17:01 - Nadaf foi contratado, mas não ministrou palestras, diz testemunha

Sexta, 21 de abril de 2017

15:50 - Delegada diz a advogado que 'réus sempre mentem'

15:06 - Sumiço de advogados de Silval reforça 'delação'

Quinta, 20 de abril de 2017

17:42 - Delegada e MP não comentam inquérito sigiloso contra prefeita

15:25 - Delegada confirma que Cursi lavou R$ 1 milhão comprando ouro

Terça, 04 de abril de 2017

08:35 - Juíza marca audiências no processo da Sodoma 4

Segunda, 03 de abril de 2017

17:06 - Delações não serão liberadas para ex-secretário réu por corrupção


// leia também

Sexta, 28 de abril de 2017

17:44 - Zuquim nega pedido do TCE para acessar dados da Sefaz

17:03 - Supremo dá prazo para PF investigar Maggi

16:44 - Perícia aponta superfaturamento em contratos de prefeitura

15:53 - Selma autoriza uso de drone do Comando Vermelho pela PCE

12:31 - Advogado Francisco Faiad pede aposentadoria compulsória de juíza Selma Arruda

Quinta, 27 de abril de 2017

18:30 - Desembargador José Zuquim decide 'briga' entre TCE e governo

17:43 - Na Justiça, Chapada recupera território perdido para 2 municípios

16:48 - TJ permite retorno de contador acusado de assediar servidoras

16:46 - MPF processa União e Estado e pede R$ 129 milhões para indígenas

10:04 - TCE delimita uso dos recursos do Fethab para ações da agricultura familiar


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 29/04/2017
 

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sábado, 29/04/2017
6637d166db2af4ee95c6d595829972c2 anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O desemprego subiu no Brasil este ano e já atinge 14,2 milhões de pessoas. Na sua opinião, a crise vai demorar a passar?



Logo_classifacil









Loja Virtual