Deputado Sachetti teme ser citado em delação | Gazeta Digital

Quinta, 18 de maio de 2017, 18h20

EFEITO LAVA JATO

Deputado Sachetti teme ser citado em delação


Chico Ferreira

O deputado federal Adilton Sachetti (PSB) está temeroso de que seu nome apreça em delações dos executivos do frigorífico JBS, uma vez que recebeu R$ 50 mil em doação de campanha eleitoral de 2014, segundo ele próprio afirmou em entrevista à Rádio Capital FM, nesta quinta-feira (18).

Segundo o parlamentar, a doação ocorreu de forma legal, mas o receio se dá porque o extrato de doações da empresa pode conter dados unificados dos repasses feitos de forma legal ou não. “Eles colocaram R$ 50 mil na minha conta. Doação oficial de campanha como manda a lei, mas, nessa hora, eles não separam ninguém e põem todo mundo como se fosse bandido!”, afirmou.

“Eu fiz minha campanha baseada na legislação existente à época, mas na hora que vai tirar o extrato lá, eles não separam nada de quem recebeu mediante a lei e de quem recebeu por fora. (...) A minha parte eu recebi da JBS R$ 50 mil declarado, o dinheiro veio na campanha e está na campanha, a receita federal já conferiu, a justiça federal já homologou, mas com certeza eu vou estar lá dentro porque também cai o oficial”, explicou.
 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 25 de maio de 2017

17:29 - Moro absolve mulher de ex-deputado Eduardo Cunha, Cláudia Cruz

11:09 - Delação da JBS complica ainda mais sucessão no Cade

Quarta, 24 de maio de 2017

14:50 - Comprei joias para minha mulher com sobras de campanha eleitoral, diz Cabral

14:48 - Lava Jato apresenta 400 documentos na ação sobre o sítio de Atibaia

Terça, 23 de maio de 2017

15:21 - Supremo condena Maluf a mais de 7 anos de prisão

14:56 - Delcídio diz a Moro que Bumlai e Odebrecht estruturam criação do Instituto Lula

14:44 - Justiça bloqueia R$ 60 milhões de 13 alvos da Operação Panatenaico

14:41 - Em artigo a site, Janot diz que delação é 'muito maior' que áudios

14:40 - Defesa de Temer quer dividir inquérito e questionar prevenção de Fachin

14:21 - Instituto pede que STF cancele acordo de delação com donos da JBS


// leia também

Quinta, 25 de maio de 2017

15:57 - De biquínis, gringas tomam sol em praça de Cuiabá

Quarta, 24 de maio de 2017

15:50 - Juiz nega justiça gratuita a Marcel de Cursi

13:10 - Conexão restabelece e GD retoma publicação de matérias

Terça, 23 de maio de 2017

19:00 - Janaina briga com desafeto e deixa grupo no Whats

18:15 - Coronel Zaqueu contatou juízes para obter escutas

Segunda, 22 de maio de 2017

17:44 - Emanuel prorroga intervenção na CAB

17:03 - Ex-secretária vai parar no terceiro escalão

Domingo, 21 de maio de 2017

13:38 - Dan Stulbach será Dante de Oliveira no cinema

12:17 - Cuiabá tem protesto contra Temer e Pedro Taques

11:10 - OAB-MT quer a saída de Temer da presidência


 ver todas as notícias
Cuiabá, Quinta, 25/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Quinta, 25/05/2017
2bfe5dfa7ceff93a31b5aca3dea94fda anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O presidente Michel Temer fez certo ao baixar decreto convocando as Forças Armadas para atuar em Brasília?



Logo_classifacil









Loja Virtual