Maia defende discussão sobre fake news, mas com cuidado para evitar censura | Gazeta Digital

Quarta, 13 de junho de 2018, 13h51

política Nacional

Maia defende discussão sobre fake news, mas com cuidado para evitar censura


Estadao

Um dos pré-candidatos ao Palácio do Planalto, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta quarta-feira, 13, a importância do combate às chamadas ‘fake news‘ (notícias falsas) no Brasil. Ele ponderou, contudo, que o debate sobre a regulamentação das redes sociais deve ser feito com ‘todo cuidado‘ para que não avance para nenhum tipo de censura.

Divulgação

‘A discussão da fake news é uma discussão muito importante, com todo cuidado para que uma regulamentação sobre esse assunto não avance em nenhum tipo de censura‘, afirmou o parlamentar fluminense, durante café da manhã com executivos e integrantes da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert). Para Maia, esse debate é importante principalmente para as eleições deste ano.

‘Isso é muito importante, principalmente para um processo político. Com um processo eleitoral, faltando três dias, se entra uma informação falsa e ela consegue multiplicar, pode derrotar um candidato, pode dar vitória a outro‘, disse o presidente da Câmara. Para ele, não será ‘saudável‘ a concorrência se houver setores de comunicação regulamentados e outros não. ‘Não podemos ter sistemas tratando do mesmo assunto com regras distintas.‘

Maia afirmou que o debate sobre a regulamentação das redes sociais é importante porque essas plataformas abertas viraram estrutura de informação. Segundo ele, é preciso garantir que essas estruturas tenham a mesma responsabilidade que o ‘mercado regular‘ no Brasil. ‘Tem que pensar como vai regulamentar isso, sem interferir na liberdade do trabalho de cada um de vocês‘, afirmou.

Para o parlamentar fluminense, é preciso ‘aprofundar e criar, de fato, uma responsabilização, porque a informação caminha de qualquer jeito, ninguém é responsável por nada‘. ‘Acho até que nas redes sociais é mais fácil você encontrar a pessoa e depois procurar um reparo ao dano, mas, por exemplo, no Whatsapp, é impossível. Não vejo por onde‘, declarou. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 16 de junho de 2018

17:00 - Brasil é país mais preocupado com notícias falsas, diz estudo global

Segunda, 11 de junho de 2018

19:30 - Cármen Lúcia diz que sem imprensa livre, Justiça não funciona bem

Segunda, 04 de junho de 2018

16:14 - Polícia Federal deve prender quem espalha notícias falsas no WhatsApp

Quarta, 28 de março de 2018

13:51 - Fux pedirá investigação de empresas que produzem fake news

Quinta, 08 de março de 2018

17:00 - 'Fake news' se espalham 70% mais rápido que as notícias verdadeiras, diz MIT


// leia também

Segunda, 18 de junho de 2018

17:30 - Justiça condena Marcos Valério a 16 anos e 9 meses de prisão no mensalão mineiro

17:15 - Promotoria arquiva inquérito de caixa dois na campanha de Mercadante

16:25 - Alckmin afina alianças do PSDB com PSD em jantar na casa de Kassab

16:18 - Conselho de Ética da Câmara deve instaurar processo contra Nelson Meurer

16:04 - Não seria demais falar que quase tudo está errado no Brasil, diz Bolsonaro

13:30 - Cármem Lúcia assume a Presidência da República

13:18 - Alckmin diz que apoio de Temer seria honroso, mas lembra que MDB tem candidato

12:30 - Polícia Civil investiga ações do ex-senador Luiz Estevão na Papuda

11:14 - Cármen Lúcia marca para 20/6 retomada de julgamento sobre delação premiada

11:04 - Temer está no Paraguai para participar de reunião de cúpula do Mercosul


 veja mais
Cuiabá, Terça, 19/06/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 19/06/2018
469cf77038290f16bf38d5b8552ee12d anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Reino Unido firma pacto com empresas para reduzir uso de plástico e poluição




Logo_classifacil









Loja Virtual