Celso de Mello nega suspensão de ação contra Fernando Pimentel no STJ | Gazeta Digital

Terça, 12 de junho de 2018, 10h38

Celso de Mello nega suspensão de ação contra Fernando Pimentel no STJ


Estadao

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, indeferiu pedido de liminar em que a defesa do governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), pedia a suspensão da prática de atos processuais pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) na ação penal a que ele responde naquele tribunal em decorrência de fatos investigados na Operação Acrônimo. A decisão foi tomada no habeas corpus (HC) 158072.

O STJ manteve o prosseguimento dos atos instrutórios relacionados à ação penal contra Pimentel até a conclusão do julgamento sobre o alcance da prerrogativa de foro nos crimes imputados a governadores, diante do que decidiu o Supremo no julgamento da questão de ordem na Ação Penal 937.

Na ocasião, o Plenário decidiu que, no caso de parlamentares federais, o foro por prerrogativa de função no STF fica restrito aos casos de crimes comuns cometidos após a diplomação e relacionados ao cargo.

A defesa de Pimentel sustenta que a decisão do STJ é manifestamente ilegal e contrária à nova orientação jurisprudencial do Supremo, ‘na medida em que põe em curso a prática de diversos atos processuais perante jurisdição absolutamente incompetente‘.

Ao negar a liminar, Celso de Mello observou que, embora sua posição pessoal seja no sentido de que a decisão do Supremo na questão de ordem AP 937 também seja aplicável aos governadores, o Plenário, ao firmar tal precedente, definiu a matéria de modo específico e pontual, em relação, inicialmente, aos congressistas.

O decano ressaltou que mesmo o eventual reconhecimento da incompetência do STJ para julgar os governadores em situações semelhantes não implicaria nulidade dos atos de índole probatória, como a inquirição de testemunhas.

De acordo com o artigo 567 do Código de Processo Penal, a incompetência do juízo anula somente os atos decisórios. ‘A jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, tratando-se da hipótese de incompetência absoluta, tem-se orientado no sentido de reconhecer a invalidade, tão somente, de atos de conteúdo decisório, não afetando, em consequência, atos de caráter instrutório‘, concluiu o ministro. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Domingo, 12 de agosto de 2018

12:33 - Separação judicial já basta para afastar seguro pela morte de cônjuge, diz STJ

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

14:44 - STJ solta pai com dívida de R$ 250 mil em pensão alimentícia

Quarta, 23 de agosto de 2017

08:57 - STJ aplica equiparação de união estável a casamento em caso de herança

Quarta, 17 de maio de 2017

11:27 - Ação em crimes de agressão a mulher é incondicionada, decide STJ

Quinta, 11 de maio de 2017

09:06 - Transexuais podem alterar registro civil sem cirurgia, diz Tribunal de Justiça

Quarta, 01 de março de 2017

12:04 - STJ diz que é válido reajuste razoável de plano de saúde por idade

Quinta, 12 de janeiro de 2017

10:54 - STJ nega habeas corpus e mantém prisão de ex-tesoureiro do PP -

Sexta, 16 de dezembro de 2016

09:00 - STJ decreta que desacato a autoridade não é mais crime


// leia também

Quarta, 15 de agosto de 2018

10:51 - Supremo rejeita denúncia contra senador Ciro Nogueira na Lava Jato

10:29 - PT registra Lula, mas já planeja sua substituição nas eleições de 2018

08:57 - Termina hoje às 19h prazo para registro de candidaturas à Presidência

Terça, 14 de agosto de 2018

19:00 - Vamos isentar de IR quem ganha até cinco salários mínimos, diz Haddad

17:21 - Em programa de governo, Bolsonaro propõe ministério único na economia

16:30 - Presidente Michel Temer sanciona lei geral de proteção de dados

16:02 - 2ª Turma do STF retira de Moro trechos de delações da Odebrecht que citam Lula

15:58 - Bolsonaro diz que votará contra reajuste de salários dos ministros do STF

15:56 - Amoêdo diz que vai bancar entre 15% e 20% de sua campanha presidencial

14:20 - Lava Jato exige fiança de R$ 1,5 mi de Vaccarezza em cinco dias


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Quarta, 15/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 15/08/2018
Dcb362fa6df370b7d120182d5bfb19db anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre os debates com candidatos na TV e rádio?




Logo_classifacil









Loja Virtual