Após perícia, Toffoli irá examinar requerimento para domiciliar de Picciani | Gazeta Digital

Segunda, 12 de março de 2018, 18h31

Após perícia, Toffoli irá examinar requerimento para domiciliar de Picciani


Estadao

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a realização de pericia médica no deputado federal afastado da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (MDB), que está preso preventivamente em meio a investigações sobre desdobramentos da Lava Jato. O ministro acrescentou que, após a perícia, irá examinar o requerimento da defesa para que o investigado fique em prisão domiciliar.

Registrando que a defesa de Picciani apontou necessidade de tratamento de câncer, Toffoli deu um prazo de 48 horas para a realização da perícia médica, por perito oficial, aproveitando os questionamentos que já foram apresentados à Justiça pelo Ministério Público e pela defesa. Além disso, permitiu que os advogados apontem um assistente técnico para acompanhar a perícia.

O pedido da defesa era o de que Picciani, por estar sofrendo de grave doença, fosse transferido temporariamente da prisão preventiva para a prisão domiciliar, para realizar exames que atestem a necessidade de ele realizar tratamento médico fora da prisão. No Superior Tribunal de Justiça (STJ), o ministro Félix Fischer negou esse pedido da defesa.

A ordem do ministro Dias Toffoli revê a decisão do STJ, apenas em parte, para que o investigado passe pelos exames que a defesa requer. ‘Essa decisão acabou por frustrar a possibilidade de se aferir, satisfatoriamente, se há ou não situação extraordinária autorizadora da custódia domiciliar. Aqui reside, portanto, o constrangimento ilegal‘, disse Toffoli, ao explicar porque estava concedendo uma liminar contrariando a decisão anterior do STJ.

Segundo a defesa, Picciani foi preso ‘pouco tempo depois de ter sido submetido a complicadíssima cirurgia, de quase dez horas de duração, destinada à retirada completa da bexiga e da próstata, para eliminação de tumor maligno, no tratamento de câncer que o acometeu, sem falar em quimioterapia‘.

Toffoli avaliou que a defesa apresentou documentos que mostram ‘a princípio, que o paciente passa por preocupantes problemas de saúde no cárcere‘. Mas, segundo ele, ‘para fins de acolhimento do pedido de prisão domiciliar, se mostra indispensável a demonstração de que o tratamento médico, que necessita o custodiado, não possa ser prestado no local da prisão‘.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 20 de junho de 2018

12:15 - Delúbio é transferido para prisão da Lava Jato no Paraná

08:32 - STF absolve Gleisi por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro

Terça, 19 de junho de 2018

11:59 - Após reação negativa, deputados retiram apoio à criação de CPI contra Lava Jato

08:49 - PF indicia Marcelo Miller, Joesley Batista e mais três por corrupção

08:45 - Senadora Gleisi Hoffman será julgada hoje no STF por corrupção

Segunda, 18 de junho de 2018

16:18 - Conselho de Ética da Câmara deve instaurar processo contra Nelson Meurer

09:11 - Ministro do TCU vê 'carteirada' de Moro ao limitar provas da Lava Jato

Sábado, 16 de junho de 2018

11:34 - Justiça Federal aceita 24ª denúncia contra ex-governador Sérgio Cabral

Quarta, 13 de junho de 2018

13:18 - Em carta a prefeitos, Lula diz que PEC do teto inviabilizará gestão das cidades

12:40 - Ações cíveis da Lava Jato tramitam em ritmo lento


// leia também

Quarta, 20 de junho de 2018

17:00 - Discussão sobre restrição de foro é retomada na Corte Especial do STJ

16:45 - STF decide que polícia pode fechar acordos de colaboração premiada

14:12 - Ciro e Maia se encontram, mas não fecham decisão sobre aliança

13:58 - Notícias falsas podem colocar eleições em risco, diz presidente do TSE

13:30 - Sem acordo, ação sobre auxílio-moradia vai ao Supremo

12:45 - STF determina que Ivo Cassol (RO) cumpra de imediato pena em regime aberto

08:47 - Supremo retoma julgamento sobre poder de delegados para negociar delações

Terça, 19 de junho de 2018

19:00 - Rosa Weber arquiva inquérito contra deputado federal Paes Landim

18:30 - Governador da Bahia adia anúncio de chapa majoritária

18:00 - Advogado de Gleisi diz que acusações são 'frágeis' e 'contraditórias'


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 20/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 20/06/2018
845f3eba647f5498546cb197c3e58484 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual o futuro de Neymar nessa Copa do Mundo?




Logo_classifacil









Loja Virtual