Operação República Velha da PF ataca corrupção eleitoral em SC | Gazeta Digital

Sexta, 24 de novembro de 2017, 10h15

Operação República Velha da PF ataca corrupção eleitoral em SC


Estadao

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira, 24, a Operação República Velha. A ação mira delitos eleitorais de falsa prestação de contas à Justiça Eleitoral (‘caixa 2‘), corrupção eleitoral e formação de quadrilha, que teriam sido cometidos no decorrer da campanha eleitoral de 2014.

Em nota, a PF informou que a operação contou com a participação de 44 policiais federais, os quais deram cumprimento a 11 mandados de busca e apreensão nas cidades de Florianópolis, Criciúma, Içara e Morro da Fumaça, expedidos pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina.

As investigações, iniciadas em janeiro de 2017, colheram fortes indícios de que, no decorrer da campanha eleitoral de 2014, para eleger uma pessoa candidata ao cargo de deputado estadual, os investigados teriam constituído um grupo, composto pelo próprio candidato, atualmente ocupando outro cargo público, seus coordenadores de campanha, bem como cabos eleitorais e apoiadores, que, valendo-se de meios escusos, voltados a burlar a legislação eleitoral, notadamente a utilização de recursos de origem obscura e não contabilizados (‘caixa 2‘), teria custeado despesas não declaradas à Justiça Eleitoral e promovido o aliciamento de eleitores mediante o oferecimento/dação de dinheiro e/ou vantagens.

O nome da Operação, República Velha, faz referência ao período da história do Brasil que se estendeu da proclamação da República, em 15 de novembro de 1889, até a Revolução de 1930, tempo este que se caracterizou pela concentração do poder pelas oligarquias dominantes, onde havia a figura do coronel, que utilizava seu poder econômico para garantir as eleições, mediante as práticas de voto de cabresto, compra de voto, troca de favores, entre outras - práticas estas similares às utilizadas pelo grupo criminoso investigado.

No curso do inquérito policial que apura os fatos, os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes eleitorais previstos nos artigos 350 (falsa declaração à Justiça Eleitoral - ‘caixa 2‘) e 299 (corrupção eleitoral - compra de votos), ambos do Código Eleitoral, bem como pelo artigo 288 do Código Penal (formação de quadrilha).

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 30 de janeiro de 2018

11:36 - Bruno Henrique desfalca Santos em clássico e Victor Ferraz é dúvida

Domingo, 14 de janeiro de 2018

15:00 - Sobe para 25 número de municípios de Santa Catarina afetados por chuvas

Sexta, 12 de janeiro de 2018

14:21 - Assassinato de professor indígena foi por motivo fútil, diz delegado

Quinta, 11 de janeiro de 2018

17:00 - Santa Catarina registra três mortes após temporais; previsão é de mais chuva

Terça, 09 de janeiro de 2018

14:40 - Garoto morre após explosão de foguete em praia de Santa Catarina

14:13 - Casal é encontrado com vida 36 horas após veículo cair em ribanceira em SC

Quinta, 04 de janeiro de 2018

14:02 - Professor indígena é morto a pauladas em Santa Catarina

Domingo, 05 de novembro de 2017

08:52 - Casal perde guarda da filha de 7 meses com múltiplas fraturas

Sábado, 02 de setembro de 2017

13:15 - Santa Catarina tem onde de ataques; governo culpa facções

09:48 - Ônibus escolar é incendiado em Santa Catarina


// leia também

Domingo, 17 de junho de 2018

09:05 - Plataformas online monitoram atividade de políticos

08:54 - Cármen Lúcia assume pela 2ª vez a Presidência da República

Sábado, 16 de junho de 2018

15:30 - Preso na Registro Espúrio diz que pode implicar ex-ministro

13:30 - Marco Aurélio afirma que ato ressoa como censura

11:34 - Justiça Federal aceita 24ª denúncia contra ex-governador Sérgio Cabral

09:51 - CNJ proíbe manifestações políticas de juízes nas redes

09:34 - Parlamentares pedem cota para candidata negra

Sexta, 15 de junho de 2018

18:30 - Tesouro honra R$ 594,1 mi em garantias em maio, maior parte de créditos do RJ

18:00 - Cármen diz que ministros do Supremo são mais conhecidos que jogadores da Copa

17:29 - Aécio decidirá 'no tempo oportuno' se é candidato ou não, diz Anastasia


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 18/06/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 18/06/2018
4e47432e5d7c10f8cc440c97a233c10f anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Canarinho Pistola, mascote da seleção brasileira, foi vetado dos jogos da Copa




Logo_classifacil









Loja Virtual