Joesley diz que 100% do seu negócio 'era com o presidente Michel' | Gazeta Digital

Sexta, 19 de maio de 2017, 15h41

POLÍTICA NACIONAL

Joesley diz que 100% do seu negócio 'era com o presidente Michel'


Estadao

O empresário Joesley Batista, dono da JBS, afirmou à Procuradoria-Geral da República que 100% dos ‘negócios‘ dele eram tratados diretamente com o presidente Michel Temer.

A afirmação foi feita durante o depoimento prestado no dia 17 de abril, no âmbito de sua delação premiada, no contexto em que Joesley explicava a conversa que teve com o deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) sobre o pagamento de propinas ao grupo do PMDB.

Quando questionado qual era o grau de conhecimento de Loures sobre a necessidade de manter ’calmo’ o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB/RJ), Joesley disse que ’não sabia’.

E afirmou: ‘Quando era com o Geddel (Vieira Lima, ex-ministro da Secretaria de Governo) e o Michel era bastante consolidada a ideia de que todo mundo sabia do que estava acontecendo. Rodrigo eu conheci em uma ou duas conversas. Eu tive com ele umas três vezes. 100% do meu negócio era com o presidente Michel‘, afirmou.

Joesley explicou o esquema de pagamento de propinas a Eduardo Cunha a partir de contrato com a Petrobras para fornecimento de gás da Bolívia. Ele disse que com o contrato era possível obter lucro ‘de R$ 1 milhão, R$ 2 milhões, R$ 3 milhões por dia‘ e acertou com Rocha Loures o pagamento de 5% do lucro obtido.

O empresário afirmou que a Petrobras ‘atrapalhava seus negócios‘, uma vez que ele já tinha contrato com o governo boliviano e era obrigado a pagar propinas para que a estatal brasileira repassasse o produto.

‘Infelizmente, as coisas ultimamente, ou faz, a vários tempos (sic), não funcionam se você não acertar propina com político e acertar uma propina e acertar um preço para as coisas andarem. Mesmo coisas do nosso dia a dia‘, disse.

Defesa

No dia 17, o presidente Michel Temer soltou a seguinte nota: ‘O presidente Michel Temer jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. Não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar.

O encontro com o empresário Joesley Batista ocorreu no começo de março, no Palácio do Jaburu, mas não houve no diálogo nada que comprometesse a conduta do presidente da República.

O presidente defende ampla e profunda investigação para apurar todas as denúncias veiculadas pela imprensa, com a responsabilização dos eventuais envolvidos em quaisquer ilícitos que venham a ser comprovados.‘
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 16 de dezembro de 2017

14:00 - Dodge dá parecer contra lei que deu status de ministro a Moreira Franco

Sexta, 15 de dezembro de 2017

18:30 - Temer diz que é 'ótimo' que reforma da Previdência fique para fevereiro

16:45 - Marun se diz um soldado de Temer ao assumir Secretaria de Governo

10:04 - Presidente Michel Temer tem alta do Sírio Libanês após avaliação médica

Quinta, 14 de dezembro de 2017

14:10 - Por recomendações médicas, Temer adia viagem à Ásia prevista para janeiro

10:40 - Permanência de Michel Temer em hospital adia posse de ministro

Quarta, 13 de dezembro de 2017

11:50 - Brasil está indo tão bem ou melhor do que no governo Lula, diz Meirelles

Terça, 12 de dezembro de 2017

11:35 - Temer faz várias mudanças em cargos de segundo e terceiro escalão

Segunda, 11 de dezembro de 2017

18:24 - Temer faz exames médicos no Planalto nesta segunda

Domingo, 10 de dezembro de 2017

14:30 - Temer participa de reunião da OMC em Buenos Aires


// leia também

Domingo, 17 de dezembro de 2017

08:55 - Alckmin promete punir tucano que votar contra texto da Previdência

08:35 - PT vê risco de rebeldia popular sem petista em 2018

Sábado, 16 de dezembro de 2017

15:00 - Gilmar Mendes prevê dificuldades com fake news nas eleições de 2018

13:00 - Uso de recursos por partidos dificultará renovação em 2018

12:01 - PGR reafirma denúncia contra Jucá por propina de R$ 150 mil da Odebrecht

09:50 - Lava Jato faz nova denúncia contra Tacla Duran

09:09 - Contador não sabe se Lula pagou aluguel de partamento

08:36 - Por eleição, Temer reduz período de horário de verão a partir do ano que vem

08:34 - BNDES prorrogará dívidas de Estados no total de R$ 8,2 bi

Sexta, 15 de dezembro de 2017

17:30 - Juiz negou a Marcelo Odebrecht sigilo no processo de execução de sua pena


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 18/12/2017
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 18/12/2017
2460d513a351119a678ad6c5220f2984 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Quatro em cada dez crianças vivem abaixo da linha da pobreza no Brasil, segundo IBGE




Logo_classifacil









Loja Virtual