Renato Duque consegue habeas corpus no STF, mas continuará preso pela Lava Jato | Gazeta Digital

Quinta, 20 de abril de 2017, 14h19

Renato Duque consegue habeas corpus no STF, mas continuará preso pela Lava Jato


Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio revogou hoje (20) um dos mandados que sustentam a prisão do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Renato Duque. Apesar da decisão favorável, Duque continuará preso porque existem outros mandados que foram expedidos pelo juiz federal Sérgio Moro na Operação Lava Jato.

Na decisão, o ministro revogou a prisão que foi decretada contra Renato Duque na Operação Sangue Negro, da Polícia Federal. A operação investiga propina paga pela empresa holandesa SBM Offshore para ex-funcionários e diretores da Petrobras, em troca de negócios com a estatal, entre 1997 e 2012. De acordo com o ministro, o ex-diretor está preso há mais de um ano sem que tenha sido julgado pela Justiça do Rio de Janeiro.

Na Lava Jato, Duque foi preso no dia 16 de março de 2015 por determinação de Moro. Ele está preso no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Segundo o juiz, mesmo após a deflagração da operação, em março de 2014, Duque continuou cometendo crime de lavagem de dinheiro, ocultando os valores oriundos de propinas em contas secretas no exterior, por meio de empresas offshore.

A defesa de Duque alega que a prisão é ilegal e que o ex-diretor não cobrou propina de empreiteiras durante o período em que esteve no cargo. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 18 de dezembro de 2017

14:53 - Segunda Turma do STF manda soltar empresário preso na Lava Jato no Rio

Sábado, 16 de dezembro de 2017

12:01 - PGR reafirma denúncia contra Jucá por propina de R$ 150 mil da Odebrecht

09:50 - Lava Jato faz nova denúncia contra Tacla Duran

Quarta, 13 de dezembro de 2017

18:00 - Irmão de Cabral assume ter recebido dinheiro por empresa e não prestado serviço

Terça, 12 de dezembro de 2017

11:37 - Odebrecht muda política para separar família e gestão

11:29 - Moro estende perícia a sistema de propina da Odebrecht revelado pela Suíça

11:28 - Relator da CPMI da JBS pede indiciamento de Janot e Pelella por três crimes

07:57 - Marqueteiros falam em R$ 20 milhões de caixa dois a Haddad

Segunda, 11 de dezembro de 2017

12:04 - Picciani admite ter vendido gado para empresa suspeita de caixa 2

08:36 - Operação da Polícia Federal investiga esquema de propina em créditos tributários


// leia também

Segunda, 18 de dezembro de 2017

17:09 - Gilmar Mendes concede prisão domiciliar a Adriana Ancelmo

16:20 - Benefício a juízes 'foge do controle', diz Gilmar Mendes

15:45 - Defesa de Marcelo Odebrecht entrega documentos à Justiça

14:48 - Temer diz que seu governo enfrentou 'oposições ferozes'

11:22 - TSE aprova regras eleitorais e deixa em aberto questões que geram dúvidas

11:20 - Reforma é tema do momento e governo continuará tentando a aprovação, diz Temer

10:05 - Medidas para tirar País da crise serão legado do PMDB para eleições, diz Moreira

09:45 - Promulgada lei que revoga artigos sobre autofinanciamento de campanha

09:22 - Meirelles flexibiliza discurso e inclui atenção à área social

08:02 - Em última semana antes do recesso, Câmara discute lobby e mortes no trânsito


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 18/12/2017
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 18/12/2017
2460d513a351119a678ad6c5220f2984 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Que presente de Natal a cidade de Cuiabá mereceria esse ano?




Logo_classifacil









Loja Virtual