Temer segue nas articulações para não atrasar calendário de reformas | Gazeta Digital

Segunda, 17 de abril de 2017, 11h08

Temer segue nas articulações para não atrasar calendário de reformas


Estadao

O presidente Michel Temer chegou por volta das 10h ao Palácio do Planalto e, até o momento, tem apenas um compromisso oficial. s 11h, recebe o ex-ministro do Tribunal de Contas da União e presidente da Academia Cearense de Letras, Ubiratan Aguiar.

Na semana que se inicia, também mais curta por conta de mais um feriado, o presidente segue nas articulações para que as reformas - trabalhista e previdenciária - sigam o calendário proposto para o governo e não sejam atrasadas por conta das delações da Odebrecht.

No domingo, 16, Temer reuniu líderes das duas Casas e ministros para articular o andamento das reformas. Esta segunda deve ser dia de mais conversas. Na terça-feira, 18, Temer oferecerá um café da manhã para os deputados da base aliada - que conhecerão o texto final da reforma da Previdência antes da leitura na comissão especial.

 Rádio Jovem Pan nesta manhã, Temer admitiu que, devido às mudanças no projeto de revisão da Previdência, enviado ao Congresso, talvez seja preciso fazer uma nova reforma em 10 ou 15 anos. Mas o presidente reafirmou que a reforma da Previdência será aprovada e que as adaptações são necessárias e são fruto da negociação com o Congresso. Ele ainda reforçou que as mudanças no projeto original não significam recuo. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 24 de maio de 2017

18:11 - Ministério da Agricultura é incendiado e Blairo deixa local às pressas

17:23 - Termina em Brasília maior manifestação contra governo Temer

16:39 - Grupo quebra vidraças, paradas de ônibus e orelhões em protesto em Brasília

16:29 - Temer autoriza ação de tropas federais para conter tumulto na Esplanada

16:00 - Tropa de choque entra em Ministério da Agricultura após auditório queimado

15:06 - Segurança do Palácio do Planalto é reforçada

14:46 - Manifestantes entram em confronto com polícia na frente do Congresso em Brasília

14:17 - Sandro Mabel é o 4º assessor de Temer a deixar o governo

14:13 - Temer reúne-se com senadores do PMDB

Terça, 23 de maio de 2017

11:19 - Relator da reforma trabalhista no Senado defende saída do PSDB do governo Temer


// leia também

Quarta, 24 de maio de 2017

17:53 - Aécio entrega passaporte e terá 15 dias para responder a pedido de prisão

15:51 - Defesa pede ao Supremo que julgue legalidade do impeachment de Dilma

14:50 - Comprei joias para minha mulher com sobras de campanha eleitoral, diz Cabral

13:54 - Mais de 30 pessoas morrem em novo naufrágio no Mar Mediterrâneo

Terça, 23 de maio de 2017

15:21 - Supremo condena Maluf a mais de 7 anos de prisão

14:56 - Delcídio diz a Moro que Bumlai e Odebrecht estruturam criação do Instituto Lula

14:44 - Justiça bloqueia R$ 60 milhões de 13 alvos da Operação Panatenaico

14:41 - Em artigo a site, Janot diz que delação é 'muito maior' que áudios

14:40 - Defesa de Temer quer dividir inquérito e questionar prevenção de Fachin

14:21 - Instituto pede que STF cancele acordo de delação com donos da JBS


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 25/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Quinta, 25/05/2017
2bfe5dfa7ceff93a31b5aca3dea94fda anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Os donos da JBS mereciam o perdão judicial depois da delação que envolveu políticos poderosos?



Logo_classifacil









Loja Virtual