Avaliação negativa do governo Temer sobe de 46% para 55%, diz pesquisa CNI/Ibope | Gazeta Digital

Sexta, 31 de março de 2017, 10h57

Avaliação negativa do governo Temer sobe de 46% para 55%, diz pesquisa CNI/Ibope


Estadao

A avaliação negativa do governo do presidente Michel Temer (PMDB) aumentou para 55% no primeiro trimestre do ano, mostra pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta sexta-feira, 31. No levantamento anterior, divulgado em dezembro de 2016, o porcentual dos que avaliavam o governo como ruim ou péssimo era de 46%.

A avaliação positiva do governo Temer, por sua vez, também registrou queda de 13% para 10% entre dezembro de 2016 e março deste ano. A avaliação regular do governo do peemedebista caiu para 31% em março, ante 35% na última pesquisa. Os que não souberam ou não responderam sobre a avaliação do governo representaram 4% dos entrevistados, ante 6% em dezembro.

A aprovação pessoal do presidente também piorou. Na pesquisa divulgada nesta sexta, 73% dos entrevistados disseram desaprovar a maneira de Temer governar. Em dezembro, esse porcentual era de 64%. Já os brasileiros que aprovam o jeito do presidente de administrar o País caíram de 26% para 20% de dezembro para março. Outros 7% não sabem ou não responderam essa questão.

A confiança da população no presidente também diminuiu. Agora, 17% dos entrevistados disseram confiar em Temer. No final do ano passado, este número era de 23%. Ao mesmo tempo, o porcentual dos que não confiam no presidente aumentou de 72% para 79% entre as duas pesquisas. Os que não sabem ou não responderam essa questão foram 3%.

Comparação com Dilma

A avaliação de que o governo Temer é melhor do que a gestão da presidente cassada Dilma Rousseff registrou queda de 21% para 18%, entre dezembro do ano passado e março deste ano, segundo a pesquisa.

Os que consideram que o governo Temer é pior do que o da petista aumentaram de 34% para 41% entre as duas pesquisas. Para 38% os dois governos são iguais, ante 42% na pesquisa anterior. Outros 3% não sabem ou não responderam.

Também pioraram as expectativas para o restante do governo Temer, segundo a pesquisa. Aqueles que acreditam que a perspectiva é ruim ou péssima aumentaram de 43% para 52% entre dezembro e março, enquanto os que preveem que o governo será ótimo ou bom diminuíram de 18% para 14%. Os que preveem que o governo Temer será regular oscilaram de 32% para 28% dos entrevistados. Outros 6% não souberam ou não responderam.

A pesquisa Ibope/CNI foi realizada de 16 a 19 de março deste ano. O levantamento ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios. A margem de erro estimada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 24 de maio de 2017

18:11 - Ministério da Agricultura é incendiado e Blairo deixa local às pressas

17:23 - Termina em Brasília maior manifestação contra governo Temer

16:39 - Grupo quebra vidraças, paradas de ônibus e orelhões em protesto em Brasília

16:29 - Temer autoriza ação de tropas federais para conter tumulto na Esplanada

16:00 - Tropa de choque entra em Ministério da Agricultura após auditório queimado

15:06 - Segurança do Palácio do Planalto é reforçada

14:46 - Manifestantes entram em confronto com polícia na frente do Congresso em Brasília

14:17 - Sandro Mabel é o 4º assessor de Temer a deixar o governo

14:13 - Temer reúne-se com senadores do PMDB

Terça, 23 de maio de 2017

11:19 - Relator da reforma trabalhista no Senado defende saída do PSDB do governo Temer


// leia também

Quarta, 24 de maio de 2017

17:53 - Aécio entrega passaporte e terá 15 dias para responder a pedido de prisão

15:51 - Defesa pede ao Supremo que julgue legalidade do impeachment de Dilma

14:50 - Comprei joias para minha mulher com sobras de campanha eleitoral, diz Cabral

13:54 - Mais de 30 pessoas morrem em novo naufrágio no Mar Mediterrâneo

Terça, 23 de maio de 2017

15:21 - Supremo condena Maluf a mais de 7 anos de prisão

14:56 - Delcídio diz a Moro que Bumlai e Odebrecht estruturam criação do Instituto Lula

14:44 - Justiça bloqueia R$ 60 milhões de 13 alvos da Operação Panatenaico

14:41 - Em artigo a site, Janot diz que delação é 'muito maior' que áudios

14:40 - Defesa de Temer quer dividir inquérito e questionar prevenção de Fachin

14:21 - Instituto pede que STF cancele acordo de delação com donos da JBS


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 25/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Quinta, 25/05/2017
2bfe5dfa7ceff93a31b5aca3dea94fda anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Os donos da JBS mereciam o perdão judicial depois da delação que envolveu políticos poderosos?



Logo_classifacil









Loja Virtual