Cuiabá, Domingo 23/09/2018

Aparte - A | + A

19.06.2018 | 00h00

Defesa nova

Facebook Print google plus

Completando 40 dias atrás das grades, o deputado estadual Mauro Savi (DEM) resolveu dar um ‘up‘ na sua defesa. Contratou o renomado advogado Antônio Nabor Bulhões, que (falando de escândalos mato-grossenses) já trabalhou em processos do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, que tramitaram no STJ e STF; para o ex-deputado estadual José Riva e para o empresário Valdir Piran.
Nacionalmente, um dos casos mais recentes casos de Bulhões foi a delação da Odebrecht, que chegou perto de ganhar o adjetivo de ‘monstruosa‘, como a de Silval Barbosa.
Será que agora Savi sai?

Negócios à parte

Quem transita por caminhos próximos aos do governador Pedro Taques (PSDB) afirma que, apesar da conversa de ainda não estar pensando na campanha, já tem marqueteiro trabalhando nesse sentido.
E o profissional escolhido seria Gustavo Vandoni, irmão da ex-secretária de Estado Adriana Vandoni, que deixou o governo tucano alegando estar decepcionada com certas coisas que viu e ouviu e resolveu fazer parte da lista dos ex-aliados que assinaram o manifesto contra a reeleição.

Discrição?

Dos pré-candidatos ao Senado neste ano, o deputado federal Adilton Sachetti (PRB) é, das duas uma, ou o mais discreto em relação às articulações políticas, ou o mais sem espaço para enfatizar sua pré-campanha.
Se a segunda opção for a verdadeira, esses problemas devem estar próximos do fim. Dizem por aí, que Sachetti (dos ex-aliados de Taques, o que preferiu se expor menos, não assinando o manifesto contra a reeleição) já fechou com a chapa de Mauro Mendes (DEM).

Sintonia

Os tucanos (não os que vivem no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães), diga-se de passagem, precisam melhorar a sintonia entre si. Enquanto Wilson Santos aparece sugerindo que se estadualize um parque nacional, Guilherme Maluf propôs, no início do mês, que o Estado privatize os parques que estão sob sua responsabilidade, com o argumento de cortar custos com a manutenção. Ou será que eles estão é afinados demais e a ideia é justamente que uma proposta complemente a outra?

Resumindo

Em apenas dois parágrafos (os últimos do texto), pouco menos 10 de linhas, o procurador da República Pedro Melo Pouchain Ribeiro conseguiu resumir com maestria o absurdo da proposta que o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) resolveu discutir em audiência pública na tarde desta segunda-feira (18): a estadualização do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.

Tem dinheiro?

Em nota na qual explicou os motivos de dispensar o convite para participar do evento, além de pontuar uma séria de entraves jurídicos para a estadualização do parque, o procurador destacou o óbvio: a notória dificuldade orçamentária do Estado, ‘que já lhe tem comprometido o bom cumprimento de suas mais básicas obrigações‘ e que, por si só, já colocar em dúvida se o governo de Mato Grosso teria condições de administrar uma unidade tão grande e de tamanha importância.

Primeiro os seus

‘Por tudo isso, sugere-se que esta audiência pública, como típico fórum para o exercício da democracia deliberativa, possa ser melhor aproveitada para o debate e discussão da gestão ambiental estadual em suas próprias unidades de conservação‘, completou o procurador.

Bom senso

Bons entendedores, ainda enxergariam nesse trecho uma indireta para que Assembleia Legislativa avalie melhor os temas com os quais anda gastando dinheiro, mesmo que seja só o dinheiro para pagar a conta da energia gasta com as lâmpadas e aparelhos de ar-condicionado do auditório Milton Figueiredo, onde a tal audiência pública foi realizada.

Ao vivo

O governador Pedro Taques é o entrevistado desta terça-feira (19) da Rádio Vila Real e na próxima quinta-feira (21) estará no Jornal do Meio Dia. Na Rádio, a entrevista começa às 8h30 e promete ser quente, basta ver como anda a troca de “gentilezas” entre os pré-candidatos ao governo. Os ouvintes estão convidados a participar enviando perguntas e comentários pelo telefone (65) 3612-6590 ou via WhatsApp (65) 99987-2337.
 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Qual sua opinião sobre os aplicativos para denúncias de infrações eleitorais?

Parcial

Edição digital

Domingo, 23/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22.250 -0.450

Algodão R$ 121.690 0.520

Boi a Vista R$ 131.000 0.000

Soja Disponível R$ 69.600 -0.710

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

Enquete

Que importância tem o candidato a vice?

Parcial

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.